CEOP GIF BRUNO

Z NOVO3


Os deputados aprovaram, no  dia 29, duas medidas provisórias. Em uma delas, proposta ainda pelo governador Sandoval Cardoso (SD), revoga-se um parágrafo do artigo 17 da lei que dispõe sobre o Regime Próprio de Previdência Social e atende a uma reivindicação dos servidores. Na prática, a matéria veda ao Governo do Estado a possibilidade de transferir recursos previdenciários para pagar despesas de Plano de Saúde dos servidores.

Já a MP nº 7/2015, proposta pelo governador Marcelo Miranda (PMDB), ajusta a situação atípica do Estado no começo de 2015 de se encontrar sem uma lei orçamentária aprovada à necessidade legal de autorizar despesas consideradas urgentes como as de pessoal, dívida e transferências constitucionais.

Aprovados ainda projetos de decreto legislativo que cobrem juridicamente as MPs citadas após o vencimento do prazo. Outras medidas provisórias que receberam garantia semelhante tratam do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração dos profissionais do Controle Interno do Estado e do Quadro Técnico e de Apoio Administrativo da Secretaria da Fazenda, bem como da doação de terrenos urbanos do Estado para a Prefeitura de Palmas.


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

Web Banner 230x230px Energisa Dom Orione 2018 3

Banners Sites 240x240

ferpam 240x82

durax 240x72

pub diario folha da cidade 270 340

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.