CEOP GIF BRUNO

Z NOVO3

TOCANTINS PREOCUPADO: “Vírus da gripe suína está matando em Goiás”, a vacinação acontecerá de 24 de abril a 1º de junho nos 139 municípios do Tocantins

 

H1N1 “ GRIPE SUÍNA ESTÁ MATANDO”

istoO Estado do Tocantins deve se preparar para vacinar sua população para evitar um possível surto mortal de H1N1, a chamada “Gripe suína”, em Goiás, nosso Estado vizinho pode já ter morrido dezenas de pessoas e centenas ter contraído o vírus do H1N1.Foto: Web.

O Estado do Tocantins deve se preparar para vacinar sua população para evitar um possível surto mortal de H1N1, a chamada “Gripe suína”, em Goiás, nosso Estado vizinho pode já ter morrido dezenas de pessoas e centenas ter contraído o vírus do H1N1. “ Em breve o Ministério da Saúde através do Programa Nacional de Imunização deve anunciar o calendário de vacinação em todo o Brasil”, Goiás já começou devido aos recentes acontecimento da presença do vírus H1N1 que já matou várias pessoas.

VACINAÇÃO NO TOCANTINS JÁ ESTÁ GARANTIDA INFORMA O SECRETÁRIO DE ESTADO MARCOS MUSAFIR E DIZ AINDA QUE  O SUPOSTO VÍRUS H2N3 NÃO CIRCULA EM NENHUM LUGAR DO MUNDO

“O organismo internacional está preocupado com a série de boatos sobre gripe (influenza) circulando em áudios e textos em redes sociais ou aplicativos de mensagem no Brasil”

860MarcusMusafirSecom Copia

O secretário de saúde do Tocantins, Marcos Musafir informou nesse domingo, dia 15 de abril , que já foram recebidas 50% das doses de vacina Influenza, e, o calendário de vacinação no Tocantins será de 24 de abril a a 1º de junho, disponíveis nas redes de saúde pública dos 139 municípios do Estado." Estamos agindo de acordo comocronograma do Ministério da Saúde". Foto SECOM.

IMG 6688O secretário Dr. Marcos Musafir ao lado do diretor da Organização Mundial de Saúde Dr. Tedros e do Dr. Joaquim Molina diretor da Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) em recente reunião debatendo a saúde pública. “A Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) esclarece que o suposto “vírus H2N3” não circula em nenhum lugar do mundo. O organismo internacional está preocupado com a série de boatos sobre gripe (influenza) circulando em áudios e textos em redes sociais ou aplicativos de mensagem no Brasil”, relatou.

VACINAÇÃO OBRIGATÓRIA PARA GRUPOS DE RÍSCOS DISPONÍNEIS EM REDES DO SUS

1076426 df edita82t4959pAs doses da vacina são destinadas a pessoas a partir de 60 anos, crianças de seis meses de idade até quatro anos, trabalhadores de saúde, professores das redes pública e privada, indígenas, grávidas, puérperas - mulheres até 45 dias após o parto - , portadores de doenças crônicas mediante prescrição médica, detentos, adolescentes e jovens internados em medidas socioeducativas, além de funcionários do sistema prisional. Foto EBC Agência Brasil

MUITAS PESSOAS MORRERAM EM 10 DIAS EM GOIÁS

A Secretaria de Saúde de Goiás tenta conter o surto de H1N1 que atingiu o Hospital Vila São Bento Cotollengo, uma instituição filantrópica que trata pessoas com deficiências mental e motora, em Trindade, na região metropolitana de Goiânia.

Num período de dez dias, sete pacientes do hospital morreram. Além disso, dos 319 moradores da instituição, 58 apresentaram febre e mal-estar geral e 13 foram diagnosticados com Síndrome Respiratória Aguda Grave.

Cinco pacientes foram encaminhados ao Hospital de Urgência de Goiânia (Hugo), em estado grave, e quatro estão em isolamento na própria Instituição.

Apesar de confirmar o surto, a Secretaria de Saúde nega que haja uma epidemia de Influenza A pelo vírus H1N1.

Segundo a Secretaria de Vigilância em Saúde de Goiás, todos os moradores da instituição, além dos 728 funcionários foram vacinados contra o H1N1, no ano passado.

Uma nova imunização deve ocorrer durante a campanha prevista para o período de 16 de abril a 25 de maio.

LAVAR AS MÃOS REDUZ A POSSIBILIDADE DE CONTRAIR A “GRIPE SUINA”

is 1toaA gripe H1N1 é uma doença causada por uma mutação do vírus da gripe. Também chamada de Influenza tipo A ou gripe suína, a doença se tornou conhecida quando afetou grande parte da população mundial, entre 2009 e 2010.Foto Web.

Os sintomas do H1N1 são bem parecidos com os da gripe comum e a transmissão também ocorre da mesma forma, mas pode levar a complicações mais graves e até à morte.

Lavar bem as mãos, e com frequência, ajuda a reduzir as chances de contaminação.

Graziele Bezerra- EBC- Raidioagência Nacional

Outras fontes: diariodotocantins.com.br/ OMS/OPAS


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

ENERGISA OUTUBRO 240x240

Mídias Sites 240x240

ferpam 240x82

diario do tocantins OBRAS PELA CIDADE 240x570 1

durax 240x72

pub diario folha da cidade 270 340

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.