CEOP GIF BRUNO

Z NOVO3

 salão do livro defensoria pública

Mais de 1.500 obras literárias foram doadas ao projeto “Biblioteca em
Movimento”, durante os nove dias de realização do 9º Salão do Livro do
Tocantins, que terminou no último domingo, 27 de setembro. O estande da DPE-TO –
Defensoria Pública do Estado do Tocantins esteve bastante movimentado durante
a realização do evento literário, com a doação dos mais diferentes gêneros
literários.

Os livros serão destinados para os Assistidos dos Núcleos
Regionais da DPE-TO, nas cidades de Araguatins, Tocantinópolis, Araguaína,
Guaraí, Paraíso, Palmas, Porto Nacional. A previsão inicial era a de que o
projeto recebesse cerca de mil livros durante o evento.

Esta foi a primeira vez que o Salão do Livro do Tocantins provocou em seus
visitantes não só a comercialização de obras literárias, como também uma ação
social, por meio da doação de livros para os Assistidos da Defensoria Pública.
Representando o governador Marcelo Miranda, a vice-governadora Cláudia Lélis
elogiou a iniciativa durante discurso na solenidade de encerramento do evento
e garantiu as próximas edições.

“Parabéns à Defensoria Pública do Tocantins
pelo projeto de doações de livros e, com certeza, no ano que vem, essa
parceria voltará com ainda mais força”, disse Cláudia Lélis. A solenidade foi
prestigiada pelo defensor público geral, Marlon Costa Luz Amorim, e pelos
secretários estaduais de Educação e Cultura, Adão Francisco e Melck Aquino,
respectivamente.

Doações

O artista plástico, músico e psicólogo René Brunes visitou o Salão do Livro e
se encantou com a iniciativa da Defensoria Pública. Tanto que doou mais de 600
obras que ele arrecadou por meio de outra ação social. “Semanalmente, eu
atendo pessoas em tratamento de depressão que não podem pagar por uma consulta
particular. O meu pagamento são livros ou roupas usadas que eu encaminho para
famílias carentes ou instituições beneficentes. Quando conheci o Biblioteca em
Movimento entendi que seria um valioso destino para o acervo que eu já havia
arrecadado”, explica.

As prateleiras do “Biblioteca em Movimento” de Norte a Sul do Tocantins ganham
reforço com a colaboração de pessoas de diversas idades, escritores, artistas,
Defensores Públicos e também de editoras participantes do evento. As únicas
unidades da Defensoria Pública que ainda não receberam o Projeto são as de
Gurupi e Dianópolis.

Porém, com a superação de meta das doações, o projeto
agora será estendido também a essas cidades, abrangendo todas as Defensorias
Públicas do Tocantins. “Quero essencialmente agradecer a toda comunidade e à
organização do Salão do Livro pela oportunidade que deu à Defensoria Pública
de levar o projeto que está em vigor desde 2013. Conseguimos superar a meta,
mas a minha intenção não era tanto de quantitativo, mas sobretudo para formar
uma rede de contatos para que a gente possa alavancar esse projeto e estender
a nossa iniciativa a todas as 42 comarcas do Estado”, conclui o defensor
público geral, Marlon Costa Luz Amorim.

Movimentar e desapegar
No projeto “Biblioteca em Movimento”, que tem como mote “Conhecimento que
fica, livro que segue”, os Assistidos têm a seu dispor obras dos mais
diferentes gêneros e podem pegar o livro e, após lê-lo, deixar em qualquer
local público ou passar a obra para outra pessoa, com o intuito de fazer
“circular” o conhecimento, conforme explica o coordenador do projeto e
Servidor da DPE-TO, Rodrigo Araújo.

“A leitura possui um poder
conscientizador, uma vez que ela deve ser entendida não como mera atitude
passiva, mas como uma construção ativa, tornando-se um instrumento de
transformação social. Por isso, a ideia é desenvolver uma cultura de
compartilhamento entre os Assistidos e a comunidade, fazendo circular diversas
obras literárias. Com as doações, queremos estimular o desapego das pessoas
aos livros guardados em casa, sugerindo a doação”, complementa.

O Projeto é mantido por meio de doações de pessoas, empresas e instituições e
todo o acervo fica à disposição dos Assistidos da Defensoria Pública,
dispostos em prateleiras nos corredores da Instituição. O projeto existe desde
novembro de 2013, e já passaram mais de 10 mil obras literárias nas
prateleiras disponíveis nos corredores de atendimentos na Instituição. Porém,
a doação de novas obras deve ser constante, visto que a procura é grande e as
prateleiras precisam sempre de reposição.

Coral

Além do estande do projeto “Biblioteca em Movimento”, a Defensoria Pública do
Tocantins também esteve presente no Salão do Livro com a apresentação do Coral
Canto Nobre, na noite de sábado, 26 de setembro, no Café Literário. O grupo, formado por
Servidores da Defensoria Pública, apresentou as canções “Teima do Capim
Dourado”, de Josino Medina, “Sabiá”, de Luiz Gonzaga, e ainda uma apresentação
especial com música e dança de “Coco Livre”, de Genésio Tocantins.

Na tarde do dia 28 de setembro, o defensor público geral participou de
coletiva de imprensa na Sala de Reuniões da Seduc – Secretaria Estadual de
Educação. Na ocasião, Marlon Costa Luz Amorim apresentou balanço de doações do
projeto “Biblioteca em Movimento” aos veículos de imprensa.

A solenidade
contou ainda com a participação do secretário estadual de Educação, Adão
Francisco; do secretário de Comunicação, Rogério Silva; da presidente da
Redesat Tocantins, Valéria Kurovski; e do secretário da Fazenda, Paulo Afonso,
dentre outras autoridades.

Fique por dentro de todas as notícias da Defensoria Pública do Tocantins
acesse: ww2.defensoria.to.gov.br | Twitter: @defensoriato
Serviço: Assessoria de Imprensa da Defensoria Pública do Tocantins - Fone:
(63) 3218-6745 e (63)9935-7703.
Licença: Os textos podem ser reproduzidos gratuitamente, apenas para fins
jornalísticos, mediante a citação da fonte.
Cinthia Abreu


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

Diario dotocantins 240x240

diario to

ferpam 240x82

durax 240x72

pub diario folha da cidade 270 340

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.