unimed palmas 221x100

Z NOVO3

21069135451 bd322235ee z

Colocar a criança como protagonista de seu próprio aprendizado. Esse é, em linhas gerais, o conceito do construtivismo aplicado na educação. A teoria, amplamente estudada, foi tema de extensa reportagem da revista Nova Escola, publicação referência em educação no país, e utilizou uma ação bem-sucedida do Sesc Tocantins como exemplo de aplicação da proposta.

O projeto Do Big Bang à descoberta de saberes científicos: Faro de Cientista foi aplicado na Educação Infantil da unidade do Sesc em Araguaína (Sesc Morada do Sol) durante o segundo semestre de 2014. Ao todo, 75 crianças de 3 a 5 anos de idade participaram de atividades com abordagens científicas.

A ideia de trabalhar ciências partiu do encantamento natural que as crianças possuem pelos fenômenos da natureza. “Quase toda criança tem um pouco de cientista. Elas adoram sair por aí fazendo experimentos para ver no que dá. A ciência possui um lado quase mágico perante os olhos dos pequenos”, explica a orientadora pedagógica do Sesc Morada do Sol, Rosemary Oliveira.

As atividades propostas tinham como objetivo instigar a curiosidade das crianças e fazê-las pesquisar e mostrar suas descobertas na sala de aula. O construtivismo prega justamente isso: os alunos devem encontrar as respostas através de seus conhecimentos prévios e da interação entre os colegas, em que o pensamento de cada um é valorizado e o professor age como mediador, fornecendo mecanismos para acionar o gatilho de curiosidade e a procura pelo saber dos estudantes.

Entre os experimentos realizados destaca-se a tradicional brincadeira do “afunda ou boia”, que consiste em separar objetos e perguntar o que as crianças imaginam que vai acontecer com eles: flutuam ou afundam? Depois das opiniões infantis, o objeto é colocado na água para confirmar se a visão dos pequenos estava correta. A formação de bolhas de sabão e da chuva e as transformações de gelo em água e da gelatina completaram a lista de experiências científicas do projeto.

“A matéria da revista, que para nós é referência em compartilhamento de práticas com êxitos, é o reconhecimento do nosso compromisso em zelar pelo desenvolvimento integral das crianças das nossas escolas. O projeto coloca as crianças como sujeitos capazes de construir suas hipóteses sobre as experiências, de se envolver na investigação cientifica, com seus saberes valorizados pela professora”, relata a coordenadora de educação do Sesc Tocantins, Kelma Oliveira.

A professora responsável pela turma comemora os resultados da prática. “O Sesc investe na formação continuada e a publicação na revista é um retorno para mim como docente e para o Sesc. É gratificante, inexplicável ver que um projeto nosso de educação foi reconhecido”, conta Rosimeire Pereira de Almeida. Neste ano, a temática mudou e a criançada está trabalhando com o tema empreendedorismo.


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

durax 240x72

ferpam 240x82

banner energisa se 190x300

pub diario folha da cidade 270 340

z henrique veras

PROMOVA SEU NEGÓCIO

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.