CEOP GIF BRUNO

Z NOVO3

sebrae 5

Marcelo Miranda destacou iniciativa do Sebrae como uma das saídas para a crise atual

Comprar dos pequenos negócios consolida a economia do Tocantins. E para intensificar esse fortalecimento o Governo do Estado aderiu  terça-feira, dia 15, ao Movimento Compre do Pequeno Negócio. A iniciativa do Sebrae também recebeu a adesão de instituições empresariais e de classe.

“Vi nesse movimento uma grande saída para que possamos alavancar a economia do Estado, nesse momento de crise. Muitos pequenos negócios estão à mercê da sorte, mas agora eles podem encontrar em nós o apoio que precisam”, afirmou o governador do Estado, Marcelo Miranda.

Segundo o superintendente do Sebrae Tocantins, Omar Antonio Hennemann, no cenário atual o caminho é usar a força dos pequenos negócios para fortalecer a economia do estado. “Essa é a nossa gasolina para enfrentar a realidade brasileira. E o Sebrae reforça sua missão de fortalecer e criar o ambiente favorável para os pequenos negócios”, ressaltou. Para o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae, Pedro Ferreira, “é nos momentos de dificuldade que se pode encontrar oportunidades de negócios e geração de lucro”.

Em sua apresentação, Omar Hennemann elencou alguns motivos para comprar do pequeno negócio. “Valoriza o local, gera emprego e renda, melhora a qualidade de vida (o dinheiro circula na cidade), fortalece a economia e é um ato transformador que beneficia a todos”, detalhou o superintendente. Os pequenos negócios representam 99,2% do total de empresas do Tocantins; 70% dos empregos formais no estado são gerados por eles; e 37,3% do PIB do Tocantins vem dos pequenos negócios – esse é o maior percentual do Brasil.

Empresária do segmento de construção civil no município de Ananás (TO), Marivone Xavier acredita que o movimento pode sim contribuir para motivar a sociedade a comprar dos pequenos negócios. “Esse movimento está ajudando a divulgar nossa empresa. Tem empresas que as pessoas nem sabiam que existiam”, afirmou a empresária. Uma das ações do movimento possibilita aos pequenos negócios se cadastrarem no site www.compredopequeno.com.br, e assim serem localizados pelos potenciais clientes.

Além do governador Marcelo Miranda e da vice-governadora, Claudia Lélis, instituições empresariais e sociais também aderiam ao movimento, dentre elas, a Fecomércio, a CDL-Palmas, a Acipa, o Banco da Amazônia, Caixa Econômica Federal, Ceulp/Ulbra, Faciet e Sescoop.

Movimento

O Movimento Compre do Pequeno Negócio tem o dia 5 de outubro como data oficial, na qual foi instituído o Estatuto da Micro e Pequena Empresa. No Tocantins, em virtude do feriado alusivo à criação do estado, o Dia D será no dia 3 de outubro. O Sebrae e instituições parceiras vão realizar uma semana de capacitação em todo o estado, de 21 a 26 de setembro, para preparar os empresários especialmente para o 3 de outubro, com palestras, consultorias e orientações sobre controle de custos e atendimento ao cliente, por exemplo. Além disso, o Sebrae já está promovendo oficinas, cursos, consultorias, palestras, seminários, clínicas tecnológicas, feira do produtor, entre outras atividades.

Serviço:

Agência Sebrae de Notícias do Tocantins – ASN/TO


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

Negociação de Dividas Energisa 240x240 2

Web Banner 240x240px Cidade Encantada Energisa PP

ferpam 240x82

durax 240x72

pub diario folha da cidade 270 340

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.