CEOP GIF BRUNO

Z NOVO3

jd

Educadores da rede estadual decidem por deflagrar greve a partir do dia 5 de junho. A decisão foi tomada em assembleia geral dia 29. A pauta com a proposta deve ser protocolada pelo presidente do SINTET, José Roque Santiago na próxima segunda-feira, 1 de junho.

Na assembleia, a categoria elencou ainda as reivindicações e requerem o cumprimento imediato da seguinte pauta:

Pagamento da Data-base com índice de 8,34% na Folha de Maio de 2015;

Retroativo das Progressões 2013; Progressões 2014 e Progressões 2015;

Além de rever a decisão que impede a equiparação PRONO e PROEB;

Reajuste com base no Custo Aluno Ano (13,01%);

Situação dos pedagogos (Com a municipalização das séries iniciais os pedagogos estão com a lotação/carga horária comprometida);

Eleição de diretores de forma democrática (sem pré-seleção de candidatos);

Enquadramento dos administrativos para a Seduc.

Os trabalhadores em educação, professores e administrativos realizaram nesta sexta,29, um dia de paralisação em protesto contra a proposta do governo estadual de pagar a data-base parcelada em 3x, com pagamento de 1% em 2015 e o restante 7,34% em janeiro e maio de 2016.

Durante a manhã os educadores participaram de um Ato Público convocado pela Central Única dos Trabalhadores – CUT em Palmas, com caminhada na Av. JK, e protestos em frente ao Palácio Araguaia e da Assembleia Legislativa do Tocantins.

Ascom/SINTET


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

Web Banner 240x240px Palmas Saude

ferpam 240x82

ENERGISA BANNER SETEMBRO

durax 240x72

pub diario folha da cidade 270 340

PROMOVA SEU NEGÓCIO

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.