CEOP GIF BRUNO

Z NOVO3

jd

Educadores da rede estadual decidem por deflagrar greve a partir do dia 5 de junho. A decisão foi tomada em assembleia geral dia 29. A pauta com a proposta deve ser protocolada pelo presidente do SINTET, José Roque Santiago na próxima segunda-feira, 1 de junho.

Na assembleia, a categoria elencou ainda as reivindicações e requerem o cumprimento imediato da seguinte pauta:

Pagamento da Data-base com índice de 8,34% na Folha de Maio de 2015;

Retroativo das Progressões 2013; Progressões 2014 e Progressões 2015;

Além de rever a decisão que impede a equiparação PRONO e PROEB;

Reajuste com base no Custo Aluno Ano (13,01%);

Situação dos pedagogos (Com a municipalização das séries iniciais os pedagogos estão com a lotação/carga horária comprometida);

Eleição de diretores de forma democrática (sem pré-seleção de candidatos);

Enquadramento dos administrativos para a Seduc.

Os trabalhadores em educação, professores e administrativos realizaram nesta sexta,29, um dia de paralisação em protesto contra a proposta do governo estadual de pagar a data-base parcelada em 3x, com pagamento de 1% em 2015 e o restante 7,34% em janeiro e maio de 2016.

Durante a manhã os educadores participaram de um Ato Público convocado pela Central Única dos Trabalhadores – CUT em Palmas, com caminhada na Av. JK, e protestos em frente ao Palácio Araguaia e da Assembleia Legislativa do Tocantins.

Ascom/SINTET


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

300x250 1

Banners Sites 240x240

ferpam 240x82

ENERGISA BANNER SETEMBRO

durax 240x72

pub diario folha da cidade 270 340

PROMOVA SEU NEGÓCIO

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.