CEOP GIF BRUNO

Z NOVO3

WhatsApp Image 2017 11 22 at 7.34.46 PMAo ser ouvido, Matheus confessou o assassinato e disse que havia matado Armando Filho devido a um desentendimento por conta do pagamento durante a realização de um programa sexual. O jovem relatou que, no dia dos fatos, entrou em luta corporal com a vítima e desferiu dois golpes de faca que atingiram o ombro e o pescoço de Armando, que veio a óbito no local. Foto: WhatsApp Image 2017 11 22 at 7.34.46 PM

 

A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) de Porto Nacional, efetuou, na tarde desta quarta-feira, 22, em Palmas, a prisão de Matheus Rodrigues Ramos, 20 anos de idade. Ele é o principal suspeito de matar o técnico de futebol e radialista Armando Martins Filho, crime ocorrido na madrugada do dia 5 de novembro de 2017, em Porto Nacional.

Os detalhes sobre a prisão de Matheus foram revelados pelos Delegados da DHPP de Porto Nacional, Wagner Siqueira e Leandro Risi dos Santos, durante entrevista coletiva concedida à imprensa da Capital, na sede da 5ª Delegacia de Polícia Civil, em Palmas.

Conforme o delegado titular da DHPP, Wagner Siqueira, após a prática do crime, a equipe da Delegacia Especializada deu início às investigações, as quais apontaram que Matheus era o autor do homicídio. Com base nas informações obtidas, no último sábado, 18, os policiais civis conseguiram localizar o indivíduo, em sua residência localizada no Jardim Aureny II.

Ao ser ouvido, Matheus confessou o assassinato e disse que havia matado Armando Filho devido a um desentendimento por conta do pagamento durante a realização de um programa sexual. O jovem relatou que, no dia dos fatos, entrou em luta corporal com a vítima e desferiu dois golpes de faca que atingiram o ombro e o pescoço de Armando, que veio a óbito no local.

Após o fato, Matheus, que havia sido jogador das categorias de base do time do Interporto e tinha sido treinado pela vítima, por dois anos, fugiu para Palmas, carregando o aparelho celular de Armando. No entanto, como não havia mandado de prisão contra o autor, o mesmo foi ouvido e liberado.

No entanto, na manhã desta quarta-feira, o delegado Wagner Siqueira representou, junto ao Poder Judiciário da Comarca de Porto Nacional, pela prisão de Matheus a qual foi deferida. Com a ordem judicial em mãos, uma equipe da DHPP, comandada pelo delegado Leandro Risi, deslocou-se de Porto Nacional para Palmas, e após algumas diligências, localizaram e prenderam Matheus, na praia do Caju, região Sul da Capital.

De imediato, o indivíduo foi levado até a sede da 5ª Delegacia de Polícia Civil de Palmas onde, com apoio do delegado Evaldo Gomes, os delegados titulares da DHPP de Porto Nacional, Wagner Siqueira e Leandro Risi, deram cumprimento ao mandado de prisão e concederam entrevista coletiva falando sobre o caso, que abalou a cidade de Porto Nacional, uma vez que a vítima era uma pessoa muito conhecida e querida no município.

Após os procedimentos legais cabíveis, Matheus Rodrigues Ramos foi encaminhado à Casa de Prisão Provisória de Palmas, (CPPP), onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário da Comarca de Porto Nacional, cidade para onde deve ser recambiado a fim de que responda pelo crime que lhe é imputado.

Foto:Denis Tavares Ascom-SSP

Rogério de Oliveira/Governo do Tocantins

 


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

durax 240x72

assembrleia 240

ferpam 240x82

ENERGISA BANNER SETEMBRO

pub diario folha da cidade 270 340

PROMOVA SEU NEGÓCIO

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.