CEOP GIF BRUNO

Z NOVO3

atendimento domiciliar

Uma alternativa à internação hospitalar, o atendimento domiciliar da Unicare é capaz de oferecer ao paciente o suporte de saúde necessário para sua condição clinica, sem que ele saia de casa.

O atendimento é indicado principalmente para pacientes estáveis e que só permaneceriam em ambiente hospitalar para assegurar cuidados básicos, como administração de medicamentos, troca de curativos, orientações ou auxílio para atividades diárias (alimentação, mobilidade, higiene pessoal e outros).

Também conhecido como home care, o serviço pode ser indicado por um médico e tem como público-alvo desde recém-nascidos, parturientes, idosos, portadores de doenças crônicas, portadores de deficiências ou limitações (Ex; paciente acamado por sequela de AVC), pessoas que se recuperam de cirurgias ou que estejam em tratamento oncológicos paliativos, entre outras situações.

O diretor executivo da Unicare, Daniel Oliveira, explica que o serviço está disponível para todo o Estado do Tocantins e é capaz de reproduzir na casa do paciente um atendimento semelhante ao que teria no hospital, tanto por meio de aparelhos como pelo acesso a profissionais médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, etc.

“A atenção domiciliar pode contribuir para que os pacientes se sintam mais estimulados e confiantes na recuperação, por estarem próximos de seus familiares e em sua própria residência. Além disso, reduz significativamente o risco de infecção”, aponta o diretor.

Outra vantagem do atendimento domiciliar é o investimento financeiro que, na maior parte dos casos, é bem menor na comparação com a internação hospitalar. Estima-se que, em alguns casos, a economia pode chegar a 80% do valor da internação hospitalar.

O diretor explica ainda que atualmente, todos os países desenvolvidos adotam o modelo de internação domiciliar por ser uma modalidade de tratamento seguro e mais barato. “Em um país como o Brasil, em que a conta da saúde, tanto pública como privada, está cada vez mais cara, é de suma importância que nós procuremos outras alternativas para o tratamento dos doentes”, propõe o diretor.


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

durax 240x72

OUTUBRO 6

ferpam 240x82

ENERGISA BANNER SETEMBRO

pub diario folha da cidade 270 340

PROMOVA SEU NEGÓCIO

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.