293233_1000.jpg

O Governo do Estado, com o trabalho desenvolvido pela Secretaria de Estado do Trabalho e Assistência Social (Setas), tem ministrado cursos de geração de renda aos moradores da comunidade quilombola do Prata, localizada a 227 Km de Palmas, na região do Jalapão. As ações da Setas antecederam à abertura da  3ª Festa da Rapadura.  

Foram várias atividades desenvolvidas pelas equipes de colaboradores da Secretaria, entre elas, os esclarecimentos do Cartão do Idoso, que é destinado às pessoas acima de 60 anos. Neste caso específico, as informações foram repassadas pela gerência de Controle de Benefícios Cadastro Único e do Bolsa Família. Renovar, emitir e usufruir do cartão foram algumas das dicas fornecidas. “O Cartão do Idoso dá direito a viagens intermunicipais gratuitas. As empresas devem oferecer duas vagas, mas, se elas estiverem preenchidas, os idosos que possuem o cartão têm direito a pagar meia passagem", explicou a gerente de Controle de Benefícios, Lilian Praigida.

Dona Gercina Galvão, de 61 anos, aproveitou a oportunidade e solicitou o seu documento. "Fiquei sabendo que tinha direito na reunião que a Setas fez na comunidade. Já solicitei o meu para visitar os meus filhos que moram em outras cidades do Tocantins", explicou, acrescentando que dos seis filhos, apenas um ainda reside na comunidade.

Chita

A comunidade participou do curso de Chita Chique. A técnica pode ser utilizada para decoração em geral, ou ainda para dar uma nova roupagem aos móveis e outros objetos. "A Chita é um material barato e as utilidades dessa técnica são inúmeras", disse a superintendente da Setas, Rosana Trindade, que repassou o conhecimento aos demais.

A estudante Camila Patrício, de 15 anos, estava na festa quando soube da oficina e fez questão de participar. "Adorei o curso. É bem fácil de fazer. Vou aproveitar para deixar uns móveis do meu quarto mais com a minha cara", disse.

Festa da Rapadura

A Festa da Rapadura tem como objetivos a valorização e a divulgação da cultura da comunidade, bem como a exposição da produção feita pelos moradores do povoado e entorno.

Além dos citados, a Setas já ministrou cursos de flores, doces do Cerrado e panificação. Os cursos foram ministrados pelo Projeto Apoiando e Acreditando nas Famílias do Estado do Tocantins (Aafeto), em parceria com a Organização Não Governamental (ONG) Moradia e Cidadania.

Concomitante a essas ações, outra equipe de técnicos do Cadastro Único, do Programa Bolsa Família e do Cartão do Idoso visitaram o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) de São Félix e se reuniram com a população da comunidade do Prata para tirar dúvidas sobre os programas do Governo.

 

ASCOM 


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.