CEOP GIF BRUNO

Z NOVO3


13/03/2015 - Maria José Cotrim/Secom

Manoel Lima/SecomA vice-governadora Claudia Lelis participou de uma ação social voltada para as mulheres quilombolas na Comunidade Manoel João O evento foi realizado pela Secretaria de Estado da Defesa e Proteção Social e integra uma série de ações da pasta voltadas para as mulheres
O Governo do Estado realizou nesta sexta-feira, 13, na Comunidade Quilombola Manoel João, no município de Brejinho de Nazaré, uma ação social voltada para as mulheres quilombolas. O evento foi realizado pela Secretaria de Estado da Defesa e Proteção Social e integra uma série de ações da pasta voltadas para as mulheres. A programação reuniu representantes e líderes das comunidades Malhadinha, Córrego Fundo e Curralinho numa ação voltada também para a implementação das políticas públicas para as comunidades.

A vice-governadora Claudia Lelis representou o governador Marcelo Miranda durante o evento e explicou que a intenção da gestão é olhar com cuidado de todas as comunidades com atenção especial para o protagonismo das mulheres. “É com muita alegria que trago um abraço do governador Marcelo Miranda e da primeira-dama, Dulce Miranda. Neste mês, comemoramos mais que uma data, e sim, celebramos a importância destas mulheres guerreiras e fortes do nosso Estado bem como as políticas de assistência que são uma das prioridades da nossa gestão”, disse.

Claudia ouviu vários representantes dos quilombos e ressaltou a visão humanitária e social da gestão. “Queremos ouvir todas as comunidades, esse é o Governo mais perto das pessoas. Contem com o Governo para as ações visando garantir assistência em várias áreas”, garantiu.

Representando a secretária Gleidy Braga, a Diretora de Políticas Afirmativas da Secretaria da Defesa e Proteção Social destacou a importância das parcerias para a atividade. “A comunidade merece parabéns pela mobilização, nós estamos priorizando as ações voltadas às mulheres em todos os espaços, buscando fortalecer a assistência e a garantia dos direitos”, disse.

O encontro promoveu ainda um momento de interação, o que foi considerado algo relevante para o presidente da Comunidade, Erenilton Ribeiro Neres. “Toda nossa comunidade se mobilizou aqui hoje para discutir várias questões que envolvem nosso dia a dia e contar com a presença do Governo nesse momento é, com certeza, a demonstração de atenção por parte da atual gestão”, analisou.

Várias matriarcas de comunidades participaram da ação durante todo o dia. Rufina Ribeiro Xavier, 69 anos, reside na Comunidade Malhadinha e disse que considerou as atividades importantes para as mulheres. “É bom ver a comunidade unida, recebendo vários serviços, nos sentimos prestigiadas como mulheres”, frisou.

Outra moradora da comunidade, Ariadne Cesar participou de uma oficina e ressaltou a necessidade da valorização da identidade das mulheres quilombolas. “É muito importante resgatar essa identidade, que tem que ser fortalecida todos os dias, principalmente por nós mulheres quilombolas. Aqui, tivemos a oportunidade de aprender mais e trocar conhecimento também, além de melhorar nossa autoestima”, avaliou.

Serviços

A Ação Viva Mulher na comunidade contou ainda com a presença de técnicos do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), do Núcleo Especializado de Promoção e Defesa dos Direitos da Mulher (Nudem) - que prestaram assistência e atendimento especializado, voltados aos direitos dos quilombolas, bem como à aposentadoria dos moradores. A Secretaria de Estado de Esporte e Juventude também levou várias atividades esportivas para as crianças e adolescentes.

As mulheres participaram de oficinas de beleza, através do Instituto Crespas, voltadas à valorização da identidade quilombola, e receberam ainda orientação em várias áreas.

O historiador e gerente de Igualdade Racial da Secretaria de Defesa Social, André Luiz Gomes, ressaltou que ao longo deste ano várias ações de segurança alimentar e assistência em várias áreas para as comunidades serão desenvolvidas pela atual gestão. “São 38 comunidades ao todo, estamos em contato direto com os líderes, indo in loco acompanhar a situação da comunidade e, ao longo deste ano, teremos várias ações voltadas para a promoção de igualdade racial para os remanescentes de quilombos”, disse.


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

Negociação de Dividas Energisa 240x240 2

Web Banner 240x240px Cidade Encantada Energisa PP

ferpam 240x82

durax 240x72

pub diario folha da cidade 270 340

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.