CEOP GIF BRUNO

Z NOVO3

Porto Nacional aparece como líder em exportações e importações, seguido da capital. Santa Rosa do Tocantins foi o município com aumento mais expressivo em exportações.

Foto DivulgaçãoA Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (FIETO) divulgou dia 09/02, os resultados da Balança Comercial referente ao ano de 2017. As exportações em 2017 aumentaram 50% em relação ao ano de 2016, totalizando US$ 951,3 milhões

 

AS EXPORTAÇÕES EM 2017 AUMENTARAM 50% EM RELAÇÃO AO ANO DE 2016

A Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (FIETO) divulgou dia 09/02, os resultados da Balança Comercial referente ao ano de 2017. As exportações em 2017 aumentaram 50% em relação ao ano de 2016, totalizando US$ 951,3 milhões. Seguindo a mesma linha, o número de importações também foi positivo neste ano, quando comparado ao ano anterior, com um crescimento de 85% e um total de US$ 216,2 milhões. Com estes números, o saldo final da Balança Comercial (exportação menos importação) teve um aumento de 42% em relação a 2016 ao alcançar o valor de US$ 735,1 milhões. A análise completa, feita pelo Centro Internacional de Negócios da Federação a partir de dados cedidos pelo Governo Federal (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior), está disponível no Portal da FIETO por meio do link Estudos e Pesquisas.

Os principais parceiros comerciais do Tocantins são a China, Espanha e EUA. Nas exportações, a China aparece em 1º lugar com participação de 58,18% do total de exportações com produtos como: sementes e frutos oleaginosos, grãos, sementes e frutos diversos, plantas industriais ou medicinais, palhas e forragens, peles e couros. Já nas importações, os EUA se destacam como principal parceiro destacando-se produtos como combustíveis e óleos minerais e produtos da sua destilação, matérias betuminosas, ceras minerais, preparações alimentícias diversas e produtos farmacêuticos, representando 41,55% do total do estado.

A soja permaneceu como o produto mais exportado. Do total de US$ 951 milhões, US$ 756 milhões foram gerados de derivados da soja representando 79% entre os principais produtos exportados. O gasóleo (óleo de diesel) é o produto mais importado representando 40% do total de importações e teve crescimento de 464% comparado ao ano de 2016.

Analisando os números da Balança Comercial, a gerente da Unidade de Desenvolvimento da FIETO, Amanda Barbosa, comenta sobre os resultados e impactos na economia do estado. “Apesar do Tocantins apontar um crescimento de 50% nas exportações, 99% dos produtos exportados são in natura. O grande desafio é industrializá-los, agregar valor e, consequentemente, gerar riqueza para nosso estado”, observa.

Destaques

Entre os municípios do estado, Porto Nacional é o principal exportador e importador. Os principais produtos exportados são a soja e o milho que aumentaram 395,39% e 631,04%, respectivamente, deixando o município responsável por 18% do total de exportações. O desempenho positivo da importação de óleos de petróleo (466,06%) também impulsionaram Porto Nacional a ter 62% de participação no total de importações. Palmas está em segundo lugar na Balança participando de 16% do total de exportações e 35% do total de importações.

Outro destaque, quando avaliado o crescimento das exportações em 2017, é o município de Santa Rosa do Tocantins que desponta como o que mais cresceu no período. Alavancado pela produção de soja, o município apresentou aumento de 2000% no total exportado em relação ao ano de 2016.

Por Andréia Fernandes

Serviço: Assessoria de Imprensa FIETO (63) 3229-5775


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

ferpam 240x82

ENERGISA BANNER SETEMBRO

durax 240x72

pub diario folha da cidade 270 340

PROMOVA SEU NEGÓCIO

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.