CEOP GIF BRUNO

Z NOVO3

Na manhã do dia 14 de maio , o Teatro Cora Coralina, centro, recebeu o lançamento em da Campanha Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes, com o tema “Esquecer é Permitir, Lembrar é Combater”, que tem como finalidade mobilizar a sociedade no engajamento pelos direitos de crianças e adolescentes, assim como pela luta pelo fim da violência sexual.

O evento, promovido pela Secretaria Municipal de Assistência Social, por meio do CREAS – Centro de Referência Especializado de Assistência Social, contou com uma plateia formada por estudantes, agentes de saúde e comunidade em geral, que conferiram as estratégias da campanha para o ano de 2015, apresentadas pelas profissionais do CREAS (a psicóloga Luzivan Alves e a assistente social Ana Paula Bessa), que compreenderão palestras educativas em escolas das redes municipal, estadual e particular de ensino, além de postos de saúde durante todo o ano.

A solenidade de abertura contou com as presenças do prefeito municipal, Moisés Avelino, do vice-prefeito e secretário de desenvolvimento econômico, Ary Arraes, da secretária estadual do Trabalho e da Assistência Social, Patrícia do Amaral, além dos secretários municipais Anna Paola Oliveira

(Assistência Social), Rui Azevedo (Saúde) e Lizete Coelho (Educação e Cultura), o presidente do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, Léo Janes Neiva, a coordenadora da unidade do CREAS em Paraíso, Larissa Ramalho, a delegada civil Lorena Josephine e a defensora pública Arlete Kelen.
Em entrevista, o prefeito Moisés Avelino avaliou como de suma importância os trabalhos de conscientização relacionados a este tema, ressaltando a necessidade da comunidade ser mais ativa com denúncias: “É preciso que as pessoas se conscientizem e criem uma mentalidade de que a denuncia é importante, e que, para ela ser feita, não é necessário se identificar. Sem denúncia, ninguém descobre; nesse caso, o que resta é cuidar dos traumas causados à criança”, conclui o prefeito.

A secretária estadual do Trabalho e da Assistência Social, Patrícia do Amaral, acredita que eventos como este se fazem necessários, já que possibilitam visualizar as necessidades, unindo forças entre os poderes estaduais, municipais e comunidade: “este não é um trabalho que tem que ser individualizado, e sim de grupo e equipe, voltado ao bem comum de nossas crianças e adolescentes”, sintetiza a secretária.
Os canais de denúncia disponíveis para casos de abuso e violência contra crianças e adolescentes são o “Disque 100”, criado pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, sendo um serviço de recebimento, encaminhamento e monitoramento de denúncias de violência contra crianças e adolescentes, que funciona diariamente das 8h às 22h, inclusive nos finais de semana e feriados. Outras opções em Paraíso são o Conselho Tutelar, que atende através do telefone (63) 3904 1450, e a Unidade do CREAS, através do telefone (63) 3602 2634.
Texto: Fernando Rios / Revisão: Marden Bretas


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

300x250 1

Banners Sites 240x240

ferpam 240x82

ENERGISA BANNER SETEMBRO

durax 240x72

pub diario folha da cidade 270 340

PROMOVA SEU NEGÓCIO

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.