CEOP GIF BRUNO

Z NOVO3

Na manhã do dia 14 de maio , o Teatro Cora Coralina, centro, recebeu o lançamento em da Campanha Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes, com o tema “Esquecer é Permitir, Lembrar é Combater”, que tem como finalidade mobilizar a sociedade no engajamento pelos direitos de crianças e adolescentes, assim como pela luta pelo fim da violência sexual.

O evento, promovido pela Secretaria Municipal de Assistência Social, por meio do CREAS – Centro de Referência Especializado de Assistência Social, contou com uma plateia formada por estudantes, agentes de saúde e comunidade em geral, que conferiram as estratégias da campanha para o ano de 2015, apresentadas pelas profissionais do CREAS (a psicóloga Luzivan Alves e a assistente social Ana Paula Bessa), que compreenderão palestras educativas em escolas das redes municipal, estadual e particular de ensino, além de postos de saúde durante todo o ano.

A solenidade de abertura contou com as presenças do prefeito municipal, Moisés Avelino, do vice-prefeito e secretário de desenvolvimento econômico, Ary Arraes, da secretária estadual do Trabalho e da Assistência Social, Patrícia do Amaral, além dos secretários municipais Anna Paola Oliveira

(Assistência Social), Rui Azevedo (Saúde) e Lizete Coelho (Educação e Cultura), o presidente do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, Léo Janes Neiva, a coordenadora da unidade do CREAS em Paraíso, Larissa Ramalho, a delegada civil Lorena Josephine e a defensora pública Arlete Kelen.
Em entrevista, o prefeito Moisés Avelino avaliou como de suma importância os trabalhos de conscientização relacionados a este tema, ressaltando a necessidade da comunidade ser mais ativa com denúncias: “É preciso que as pessoas se conscientizem e criem uma mentalidade de que a denuncia é importante, e que, para ela ser feita, não é necessário se identificar. Sem denúncia, ninguém descobre; nesse caso, o que resta é cuidar dos traumas causados à criança”, conclui o prefeito.

A secretária estadual do Trabalho e da Assistência Social, Patrícia do Amaral, acredita que eventos como este se fazem necessários, já que possibilitam visualizar as necessidades, unindo forças entre os poderes estaduais, municipais e comunidade: “este não é um trabalho que tem que ser individualizado, e sim de grupo e equipe, voltado ao bem comum de nossas crianças e adolescentes”, sintetiza a secretária.
Os canais de denúncia disponíveis para casos de abuso e violência contra crianças e adolescentes são o “Disque 100”, criado pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, sendo um serviço de recebimento, encaminhamento e monitoramento de denúncias de violência contra crianças e adolescentes, que funciona diariamente das 8h às 22h, inclusive nos finais de semana e feriados. Outras opções em Paraíso são o Conselho Tutelar, que atende através do telefone (63) 3904 1450, e a Unidade do CREAS, através do telefone (63) 3602 2634.
Texto: Fernando Rios / Revisão: Marden Bretas


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

Diario dotocantins 240x240

diario to

ferpam 240x82

durax 240x72

pub diario folha da cidade 270 340

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.