CEOP GIF BRUNO

Z NOVO3

IMG 5726

Em mais uma ação de combate à criminalidade, a Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), de Araguaína, sob o comandado dos delegados José Rérisson Macedo Gomes e Guilherme Torres, prenderam, na manhã desta terça-feira (22) os irmãos, Wesley Silva, Mendonça, 22 anos e Wendel Silva Mendonça, 24 anos de idade.

Eles são suspeitos pela prática de um crime de homicídio, o qual vitimou Adriano Venâncio Gomes dos Santos e foram capturados, mediante cumprimentos de mandados de prisão preventiva.

De acordo com as investigações da DHPP, Wendel e Wesley tinham uma desavença com a vítima e passaram a premeditar o crime, sendo que, no dia dos fatos, os irmãos, os quais ocupavam uma motocicleta de cor vermelha, foram até a casa de Adriano. Após chegar ao local, Wendel pulou do veículo e, utilizando um revólver calibre 38, efetuou seis disparos contra a vítima, que veio a óbito.

Logo após o crime, a Delegacia de Homicídios deu início às investigações, que apontaram Wendel e Wesley como sendo os autores do homicídio. Deste modo, a DHPP representou, junto ao Juízo da 1ª Vara Criminal de Araguaína, pela prisão preventiva dos suspeitos, por terem incidido no crime de homicídio duplamente qualificado.

Com o deferimento do Poder Judiciário, os policiais civis cumpriram os mandados de prisão em desfavor dos dois suspeitos. Após os procedimentos cabíveis, Wesley e Wendel foram encaminhados à Casa de Prisão Provisória de Araguaína, (CPPA) onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.

Rogério de Oliveira/Governo do Tocantins


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

ferpam 240x82

ENERGISA BANNER SETEMBRO

durax 240x72

pub diario folha da cidade 270 340

PROMOVA SEU NEGÓCIO

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.