CEOP GIF BRUNO

Z NOVO3

287165_600x450.jpg

Policiais Civis da 2ª Delegacia de Polícia Civil, em Palmas, efetuaram, nesta segunda-feira, 6, a prisão de Josenildo Pereira, suspeito de ter matado uma adolescente de 17 anos, grávida de cinco meses, na região norte de Palmas, o crime aconteceu no dia 23 de maio. O homem confessou à polícia que estrangulou a vítima após uma discussão.

O suspeito, que não reagiu à prisão, estava acompanhando o pai em uma consulta médica em um hospital particular de Palmas. Em depoimento, o homem afirmou que encontrou a vítima em um bar na região das Arnos e depois a levou para sua casa. “Ela pediu para que eu comprasse drogas para ela em troca de relação sexual, fomos para minha casa, saí para comprar crack para ela e quando eu voltei, vi que ela tinha pegado R$ 250 nas minhas coisas. Discutimos e eu acabei me exaltando na discussão”, concluiu. O suspeito afirmou não ter conhecimento da gravidez da vítima e que aquela foi a única vez que esteve com ela.

De acordo com o delegado de Polícia, João Sérgio Kenupp, o suspeito será encaminhado para a casa de prisão provisória de Palmas. Josenildo Pereira já possuiu passagem pela polícia de Goiás, respondendo por homicídio, furto de veículos e ainda pela Lei Maria da Penha, por ter agredido a sogra.

O delegado disse que a Polícia Civil teve acesso a um vídeo de uma câmera de segurança, que mostra o momento em que o suspeito estaria arrastando o corpo da vítima para fora de sua casa e o depositando na calçada de um comércio próximo.

 

ASCOM 


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

durax 240x72

assembrleia 240

ferpam 240x82

ENERGISA BANNER SETEMBRO

pub diario folha da cidade 270 340

PROMOVA SEU NEGÓCIO

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.