CEOP GIF BRUNO

Z NOVO3

Em 2006 aderiu ao Pacto Nacional pela Redução da Mortalidade Materna e Neonatal, em 2009 ao Pacto pela Redução da Mortalidade Infantil e em 2011 à Rede Cegonha.

Josy Karla 44Para a mãe, Laura Andressa Pinto Dias, que trouxe Catarina ao mundo através de parto normal, acompanhada de seu esposo, o momento se tornou peculiar com a presença da equipe de enfermeiras obstetras. Foto: Josy Karla 

A pequena Catarina veio ao mundo nesta quarta-feira, 18, sob os olhares atentos e cuidadosos de muitos profissionais da maternidade Dona Regina, dentre eles, das enfermeiras obstetras que como muitos profissionais do hospital, envidam todos os esforços para tornar o momento do parto especial e único.

Para a mãe, Laura Andressa Pinto Dias, que trouxe Catarina ao mundo através de parto normal, acompanhada de seu esposo, o momento se tornou peculiar com a presença da equipe de enfermeiras obstetras.

“Meu parto foi maravilhoso, as enfermeiras sempre atentas, carinhosas, pacientes, eu amei a equipe médica que estava comigo. O ambiente aconchegante em que eu estava inserida também contribuiu bastante para boa evolução do parto, as enfermeiras me tranqüilizavam o tempo todo, recebi inclusive massagens” destacou a nova mamãe.

Ações de fortalecimento

Na busca pela redução da mortalidade materna e infantil, o Tocantins, aderiu a todos os pactos e programas lançados pelo Ministério da Saúde. Em 2006 aderiu ao Pacto Nacional pela Redução da Mortalidade Materna e Neonatal, em 2009 ao Pacto pela Redução da Mortalidade Infantil e em 2011 à Rede Cegonha.

A Rede Cegonha preconiza ações relacionadas às boas práticas de atenção ao parto e nascimento, associadas a investimentos para o aumento e qualificação da capacidade instalada e para melhoria da eficiência gestora do sistema de saúde.

Dentre as medidas adotadas em 2011 pelo Ministério da Saúde (MS), o destaque é o fortalecimento da atenção básica e a inserção do enfermeiro obstetra na assistência ao parto, a fim de melhorar o quadro de saúde materna, promovendo atenção obstétrica e neonatal humanizada, baseada em evidências científicas.

“Fazemos jus ao título obstetrício que é estar ao lado da paciente, tentando intervir o mínimo possível, tornando o parto realmente natural. Esse é o momento em que a mulher é a protagonista, respeitamos cada decisão dela. Trabalhamos com modelo cooperativo com a presença de médicos e toda equipe envolvida”, destacou a enfermeira obstetra, coordenadora da enfermagem do pré- parto, Luiza Cuba.

Ainda segundo Luiza, a equipe de enfermagem obstétrica do Dona Regina está preparada e empenhada em fortalecer a saúde materno infantil no Estado apoiando também as maternidades do interior no aprimoramento para outras equipes em prol de oferecer cada vez mais uma assistência segura e de qualidade em todas referências.

“Por isso estamos comemorando atualmente em um marco histórico, assistimos mais de 1000 partos de baixo risco (risco habitual) desde Janeiro de 2017. Contabilizando exatamente 1.066 partos assistidos por enfermeiros obstetras”, disse a Luiza Cuba.

No ano passado a maternidade realizou em média 460 partos por mês, sendo eles 45,21% cesarianas e 54,78% normais, e destes normais 36% são de risco habitual assistidos por enfermeiros obstetras, superando a meta pactuada pela Rede Cegonha de 20% dos partos de risco habitual conforme série histórica apresentada no gráfico abaixo.

Satisfação

Um estudo realizado Dona Regina, aponta que as mulheres que evoluíram para trabalho de parto normal sem problemas aparentes, mostravam desejos em serem acompanhadas pela equipe de enfermagem obstétrica. Observou-se maior satisfação das mulheres assistidas por esses profissionais e uma maior motivação por parte dessa equipe para atuar nos partos de risco habitual.

Camilla Negre


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

Negociação de Dividas Energisa 240x240 2

Web Banner 240x240px Cidade Encantada Energisa PP

ferpam 240x82

durax 240x72

pub diario folha da cidade 270 340

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.