CEOP GIF BRUNO

Z NOVO3

282470_600x450.jpg

Com estrutura e dimensões recomendadas pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), foi inaugurada na tarde desta sexta-feira, 6, a pista de atletismo da Universidade Federal do Tocantins (UFT). A inauguração contou com a presença do ministro do Esporte, Ricardo Leyser, da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu, do reitor da UFT, Márcio Silveira, do Secretário de Estado da Educação, Juventude e Esportes, Adão Francisco de Oliveira e do medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos de 1988, Robson Caetano.

Além das recomendações da CBAt, a pista conta com certificação da Associação Internacional das Federações de Atletismo (Iaaf, na sigla em inglês) como classe 2 ou acima, o que a qualifica para receber competições internacionais e aclimatar atletas olímpicos e paralímpícos. Ao todo, a pista conta com oito raias de 400 metros, além de uma pista de 100 metros rasos, duas pistas de salto com vara, duas pistas de salto triplo e extensão, duas bases para lançamento de peso, uma pista para lançamento de dardo e duas pistas para salto em altura.

De acordo com o secretário Adão Francisco de Oliveira, a estrutura irá beneficiar o esporte tocantinense como um todo. Conforme o secretário, a pista de atletismo da UFT poderá comportar o treinamento, tanto de atletas adultos, como dos estudantes que competem em provas dentro e fora do Tocantins.

“Uma pista como esta tem potencial para fortalecer toda a estrutura desportiva do Tocantins, pois possibilita aos nossos atletas um treinamento completo, com qualidade internacional. Do ponto de vista educacional, podemos dizer que a pista de atletismo possui todas as características físicas para o fortalecimento do desporto escolar implementando, desta forma, a Educação Integral e Humanizada”, frisou Adão Francisco.

A estrutura inaugurada na UFT faz parte da Rede Nacional de Treinamento de Atletismo, ao lado de outras 46 pistas oficiais. Segundo o ministro do Esporte, a rede é um importante mecanismo para levar treinamento de alto nível para atletas de todo o Brasil. “O Tocantins ganha uma pista com qualidade internacional e isso tem um impacto muito grande na formação de atletas desde a base”, destacou Ricardo Leyser.

A pista contemplará toda a comunidade esportiva do Estado, com ênfase para alunos de graduação e pós-graduação, extensão e pesquisas. Segundo o reitor da UFT, Márcio Silveira, a estrutura é mais uma forma de quebra de barreiras entre a universidade e a comunidade. “Esta pista não é apenas da universidade. É de todo o Estado”, destacou.

Ponto alto

Chamou a atenção durante a solenidade, a presença do medalhista olímpico Robson Caetano. O ex-atleta, medalha de bronze nas Olimpíadas de Seul 1988, reforçou a necessidade de estruturas como esta pista para o fortalecimento do esporte. “Este é um equipamento que pode ser utilizado por crianças, jovens, adultos, anciãos e anciãs. É preciso que as pessoas entendam que o esporte é o caminho para a qualidade de vida das pessoas”, pontuou.

ASCOM


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

Diario dotocantins 240x240

diario to

ferpam 240x82

durax 240x72

pub diario folha da cidade 270 340

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.