CEOP GIF BRUNO

Z NOVO3

266428_600x450.jpg

Considerado um verdadeiro museu a céu aberto e um dos mais belos cartões postais do Tocantins, a maior praça da América Latina, a Praça dos Girassóis, passou por melhorias em sua estrutura. O Governo do Estado finalizou,  nesta semana, a reforma do Monumento aos Dezoito do Forte de Copacabana, obra que remete ao Movimento Tenentista de 1922, que foi incentivador à criação do estado do Tocantins. “Há o zelo, por parte do Governo, em manter o significado histórico e cultural do Estado.

A praça e os monumentos que a compõem fazem parte deste conjunto arquitetônico, que muito conta a história do Tocantins”, enfatizou o superintendente de Administração e Finanças, Jânio Potengi Cirqueira de Carvalho. Os reparos no monumento foram divididos em três etapas: a primeira foi a da recuperação da parte elétrica do Monumento; seguida da recuperação estrutural das letras, que compõem a frase do movimento tenentista, e das sete armas destruídas por vândalos.

Já a terceira etapa foi a da recuperação da pintura das estátuas, seguida da limpeza e polimento da base das mesmas, que é composta por pedras portuguesas. Os monumentos não são apenas carregados de simbologias e cultura, mas também fazem parte da história de vida de quem ajudou a construí-los. É o caso do senhor Francisco Vieira de Moraes, de 58 anos, que ajudou na construção do Monumento aos Dezoito do Forte no ano de 2000.

"É uma felicidade muito grande poder restaurar uma obra que é patrimônio cultural do Tocantins e que fez parte da minha vida. Considero-me tocantinense, pois vivo nesta terra que me acolheu há 25 anos", contou emocionado.  Cascata Em agosto de 2015, a restauração da Cascata, que está localizada na Ala Sul da praça, também foi concluída. Ela ocupa uma área de 1.200 m² e simboliza a riqueza natural do Tocantins.

Foram realizadas, troca do motor elétrico, limpeza e tratamento da água do complexo de piscinas, pintura dos postes que ficam em torno do monumento, além da substituição dos globos de lâmpadas. “Todas as melhorias foram realizadas por um quadro próprio de servidores da Secretaria Geral, não havendo, portanto, nenhuma empresa contratada para realização dos reparos, o que gerou economia ao erário”, pontuou o superintendente, destacando ainda que água do fosso do monumento, bem como a do complexo de piscinas, são monitoradas de segunda a sexta-feira, por dois servidores.

Durante as ações, há aplicação dos produtos indicados pelas autoridades sanitárias, tais como: cloro e algicida, a fim de se evitar a formação de larvas do mosquito Aedes aegypti, que transmite Dengue, Chikungunya e Zika. Ainda segundo Jânio, a cascata possui três reservatórios com quedas d’água com volumes diferentes e o visitante pode caminhar sobre as pedras. “A água é adequada para o consumo das aves que pousam no local”, explicou. Além disso, a 2ª maior praça do mundo, com uma área de 571.000 m², também abriga o centro de decisões dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

Dando sequência aos reparos, acontece simultaneamente e de forma gradual a limpeza das pedras portuguesas, que revestem toda a praça e a restauração do monumento O Cruzeiro. Os próximos monumentos que devem ser reparados são: A Bíblia, A Súplica dos Pioneiros, Relógio do Sol e os Brasões, localizados na parte superior da sede do Executivo. 

SECOM-TO


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

Diario dotocantins 240x240

diario to

ferpam 240x82

durax 240x72

pub diario folha da cidade 270 340

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.