CEOP GIF BRUNO

Z NOVO3

Tharson Lopes / Secom

corrida do fogo

Corrida reuniu milhares de competidores na Capital O motorista Edgar Costa Leite, 67 anos, encontrou na corrida uma forma de melhorar a qualidade de vida Marília Gomes Veloso participa da prova pela segunda vez Eric e Gislaine aproveitam competições como a Corrida do Fogo para testar seus limites

Milhares de esportistas de todas as idades participaram neste domingo, 5, de uma das provas mais tradicionais da Capital. Em sua décima edição, a Corrida do Fogo é um evento tradicional organizado pelo Governo do Estado, por meio do Corpo de Bombeiros do Tocantins e demais parceiros. A prova contou com percursos de 1 km (prova infantil), 5 km e 10 km (adulto). A competição homenageia o bombeiro militar, cujo dia nacional foi comemorado na última quinta-feira, 2.

Fazendo parte do Circuito Virgílio Coelho de Corrida de Ruas, organizado pela Prefeitura de Palmas, a Corrida do Fogo é a quinta das 11 provas do calendário municipal da modalidade, previstas para acontecer até o final do ano. Além das quatro etapas já realizadas e da Corrida do Fogo, ainda haverá provas como a Corrida do Advogado, Corrida dos Jogos Mundiais Indígenas, Volta das Arnos contra o Câncer, Corrida de Rua da UFT, Desafio dos Fortes e Taquaruçu Eco Run.

Segundo o comandante do Corpo de Bombeiros do Tocantins, coronel Dodsley Yuri Tenório Vargas, a prova superou todas as expectativas, uma vez que contou com um número recorde de participantes e o apoio de diversos parceiros. “Percebemos que a procura foi muito grande e as vagas se esgotaram muito rápido. Mas para garantirmos o conforto e a segurança da prova tivemos que limitar o número de participantes em cerca de 1200 competidores”, afirmou.

Preparo

O casal de turismólogos Eric e Gislaine Oliveira começou este ano a se dedicar aos eventos esportivos. Segundo eles, após participar de um grupo fechado de esportistas, decidiram testar seus limites em provas com grande número de participantes. “Esta é a primeira Corrida do Fogo que participamos, mas no circuito anual não perdemos nenhuma prova”, disse Eric Oliveira.

Já a educadora Marília Gomes Veloso, esta é a segunda promovida pelos bombeiros que ela participa. “Há dois anos e meio eu comecei a correr. Agora não perco nenhuma etapa. Quero concluir todas as 11 provas previstas para este ano”, garantiu.

Maturidade

Mas se engana que a prova testa os limites apenas do público infantil jovem e adulto. Aberta a todas as idades, a corrida atraiu até mesmo aqueles que já atingiram a maturidade física. Para o motorista Edgar Castro Leite, de 67 anos, as provas deram condicionamento físico e melhoria na qualidade de vida. “Comecei a correr tem cinco anos. De lá pra cá já perdi 30 quilos e minha vida mudou”, assegurou.

Quem também afirma estar sempre em busca de novos desafios é a dona de casa Geni Aparecida Ruiz, de 75 anos de idade. Para ela, que já está na sexta prova, a superação vem do autoconhecimento e perseverança. “Eu não corro. Na verdade eu participo das provas fazendo caminhada. Mas ando muito rápido e chego a ultrapassar gente bem mais jovem. Este ano, finalizei meu percurso em menos de uma hora”, afirmou.

Além da medalha de participação da prova, que ao final de todo o circuito Virgílio Coelho de Corrida de Ruas se transforma numa mandala ao participante que completar todas as provas, a 10ª Corrida do Fogo premiou os melhores corredores em 16 categorias.

 

Wherbert Araújo/Secom


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

Negociação de Dividas Energisa 240x240 2

Web Banner 240x240px Cidade Encantada Energisa PP

ferpam 240x82

durax 240x72

pub diario folha da cidade 270 340

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.