CEOP GIF BRUNO

Z NOVO3

2576c6d4e52e36a962f5e3ea16453fd2 Nas regiões rurais de Taquaruçu foram repassadas informações sobre o perigo do fogo nessa época de seca Defesa Civil

Seis instituições uniram forças nas ações de prevenções às queimadas na região serrana de Palmas na manhã dessa terça-feira, 29. Em oito rotas, elas percorrem as regiões rurais de Taquaruçu levando informações sobre o perigo do fogo nessa época de seca e sobre a proibição de fazê-lo, mesmo para àqueles que possuem autorização para uso controlado do fogo, de acordo com a Portaria 233/2017 do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins).

Trabalham nessa ação cerca de 40 profissionais, entre bombeiros civis voluntários, guarda metropolitanos, policiais militares ambientais, integrantes do 22ª Batalhão do Exército e brigadistas da Defesa Civil Municipal. O Iranilto Sales, superintendente da Defesa Civil Municipal, destaca que a intenção da ação é orientar a população rural e notificar os proprietários das áreas queimadas e que foram detectadas pelo satélite monitorado pelo INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais).

“Além das notificações, estamos orientando a fim de que eles estejam cientes das consequências do uso do fogo e que até o dia 31 de outubro é proibido fazer queimadas, mesmo para proprietários que tenha autorização para uso controlado do fogo. Estamos chegando próximo ao Festival de Taquaruçu, e é preciso que a população também entenda que a fumaça acaba afastando o turista”, frisa o superintendente.

A proprietária do atrativo turístico do Pontal do Meio, onde fica a Tirolesa, Deujilma França Borges, se mostrou preocupada com a quantidade de queimadas na região. Para ela a população precisa também fazer sua parte não ateado fogo e denunciando os infratores.

“Fico preocupada com a quantidade de fumaça, pois o fogo acaba deixando os nossos atrativos sem vida, sem cor, afasta o turista. Por isso, eu considero muito importante o trabalho da Defesa Civil no sentido de conscientizar a população e no combate ao fogo. A população precisa denunciar mesmo”, enfatiza.

Denúncias

Para denunciar incêndios urbanos e rurais, a população pode discar o 199 da Defesa Civil ou o 193 Bombeiros. Os números da fiscalização são 190 da Polícia Militar Ambiental e 153 da Guarda Metropolitana de Palmas.

Ações de Prevenções

A Defesa Civil Municipal tem intensificado ações de fiscalização, considerando que a queima de lixo em áreas verdes, seja elas urbanas ou rurais, é proibida. Mesmo as exceções, permitidas por autorizações para queima controlada em propriedades rurais, estão suspensas em razão de fatores ambientais, umidade do ar e temperatura, que estão em níveis críticos nas últimas semanas.


E durante todo o mês de agosto vem realizando ações preventivas, como blitze, abordagens nas regiões rurais e notificações educativas, a fim de assegurar que a população se conscientize para o perigo e consequência do uso do fogo.

Wédila Jácome


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

Negociação de Dividas Energisa 240x240 2

Web Banner 240x240px Cidade Encantada Energisa PP

ferpam 240x82

durax 240x72

pub diario folha da cidade 270 340

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.