CEOP GIF BRUNO

Z NOVO3

PALMAS CHIVO CESAR


A atração nacional que abrilhantará a final da 2ª Mostra Premiada de Música é o cantor e compositor paraibano Chico César. O show acontece no próximo domingo, 31, na Grande Praça do Espaço Cultural José Gomes Sobrinho, após o resultado final da competição.

A fase eliminatória da Mostra acontecerá nesta sexta-feira, 29, e sábado, 30, no Theatro Fernanda Montenegro. Para esses dois dias, serão distribuídos ingressos com uma hora de antecedência na portaria no Theatro. A entrada só será permitida com a apresentação do ingresso.

Sobre o cantor

Chico César lançou seu primeiro CD, de nome "Aos Vivos" (Velas), com participações de Lenine e o lendário Lany Gordin. Em 1996 veio o sucesso nacional e internacional através do segundo álbum, "Cuscuz Clã" (MZA/PolyGram), produzido por Marco Mazzola.

No terceiro CD, "Beleza Mano", mergulhou na cultura negra com participações do zairense Lokua Kanza, coral negro da Família Alcântara, os rappers Thaíde e DJ Hum, Paulo Moura, entre outros. "Mama Mundi", de 2000, mostra sua qualidade de intérprete num trabalho repleto de canções e referências ao som que se faz tanto no interior do Brasil como em diversas partes do mundo.

O seu quinto CD, intitulado "Respeitem Meus Cabelos, Brancos" (2002), que ele define como um trabalho nômade, registrou participações especialíssimas de Nina Miranda e Chris Franck, integrantes da banda Smoke City, de Naná Vasconcelos, Carlinhos Brown, Metalúrgica Filipéia e do Quinteto Brassil. O disco teve produção assinada pelo inglês Will Mowat.

“De uns tempos pra cá”, de 2005, o sexto CD de sua carreira, lançou canções autorais compostas por Chico desde a década de 80, contado com a participação do Quinteto da Paraíba: dois violinos (Yerko Tabilo e Ronedilk Dantas), uma viola (Samuel Spinoza), um violoncelo (Raiff Dantas) e um baixo acústico (Xisto Medeiros). Um ano depois o DVD, “Cantos e Encontros de uns tempos pra cá”, gravado durante show no Auditório do Ibirapuera.

Em 2008 lançou “Francisco Forró y Frevo”, um mergulho do artista no espírito das duas principais festas populares nordestinas (o Carnaval e os festejos juninos), para criar um disco alegre em que o foco se encontra na força dos ritmos que animam essas festas: o frevo e o forró. E ainda no diálogo que esses ritmos têm naturalmente com “beats” universais.

Redação FCP


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

Web Banner 230x230px Energisa Dom Orione 2018 3

Banners Sites 240x240

ferpam 240x82

durax 240x72

pub diario folha da cidade 270 340

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.