CEOP GIF BRUNO

Z NOVO3

amastha governador uol “Amastha (PSB), prefeito de Palmas no Tocantins, afirma que está “firme na discussão” para ser candidato a governador e que tem o respaldo da direção nacional do partido. A decisão depende apenas de equacionar a situação da prefeitura”, diz o Prefeito em afirmação para a UOL. Foto: Luiz Barbosa Aguiar/diariodotocantins.com.br

Falta cinco meses para o prazo de desincompatibilização para quem tem mandato no poder executivo deixar o cargo para disputar as eleições de 2018 para cargos mais relevantes, tais como Governador, ao Senado e Presidente da República.

O site da UOL anunciou em matéria publicada no sábado dia 4 de que 10 prefeitos pretendem deixar as suas respectivas prefeituras de disputar cargos para o Governador, Senador e até mesmo para Presidente da república.

Amastha em Palmas no Tocantins "firme da discussão"

“Amastha (PSB), prefeito de Palmas no Tocantins, afirma que está “firme na discussão” para ser candidato a governador e que tem o respaldo da direção nacional do partido. A decisão depende apenas de equacionar a situação da prefeitura”, diz o Prefeito em afirmação para a UOL.

A vice-prefeita Cíntia Ribeiro (PSDB) tem assumido mais funções na gestão e deve rumar a um partido da base aliada, já que os tucanos devem ser adversários: o senador Ataídes Oliveira (PSDB) também é pré-candidato ao governo.
É pré maturo definir, mas o senador Ataídes, pode na reta final até compor com Carlos Amastha e disputar a reeleição ao Senado.

Três são certos, entre eles, Carlos Amastha

Nessa referida reportagem enfoca já como certos nas disputas ao governo de seus estados ACM Neto na Bahia, Marcus Alexandre no Acre e Carlos Amastha no Tocantins.

Outros cinco na corrida

Na região Norte no estado do Pará pode ser Zenaldo Coutinho (PSDB) prefeito de Belém para sucessão de Simão Jatene (PSDB), em Roraima pode ser a prefeita de Boa Vista, Teresa Surita (PMDB).

No Nordeste, outros três prefeitos de capital podem entrar na disputa para Governador ou Senador: Rui Palmeira (PSDB), de Maceió em Alagoas, Luciano Cartaxo (PSD), de João Pessoa na Paraíba, e Carlos Eduardo (PDT), de Natal em Rio Grande do Norte.

Dória pode disputar o Governo de São Paulo ou a Presidência

“Único dos dez potenciais candidatos que cumpre primeiro mandato, o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), pode disputar a Presidência ou o governo estadual. Para isso, terá que suplantar na disputa interna tucana seu padrinho político (o governador Geraldo Alckmin) e outro prefeito de capital: Arthur Virgílio Neto, de Manaus.” Análise do site da UOL.


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

durax 240x72

OUTUBRO 6

ferpam 240x82

ENERGISA BANNER SETEMBRO

pub diario folha da cidade 270 340

PROMOVA SEU NEGÓCIO

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.