CEOP GIF BRUNO

Z NOVO3

290453_1000.jpg

Elas mostraram que são fortes e têm preparo físico para enfrentar situações vivenciadas no cotidiano pelos bombeiros. As mulheres pela primeira vez participaram da prova Bombeiro de Aço, realizada no 1° Batalhão de Bombeiros Militares do Tocantins, na manhã desta quinta-feira, 23. A prova mostrou a execução operacional dos bombeiros durante as ocorrências e faz parte das comemorações da Semana do Bombeiro, que teve início nessa quarta-feira, 22, e segue até 3 de julho.

O público se surpreendeu com a garra e a determinação das seis bombeiras que participaram da prova. Elas tiveram 8 minutos para completar o percurso, composto por quatro etapas. A primeira, uma subida em torre de 12 metros carregando uma mangueira de 2,5 polegadas. Na segunda etapa, foi simulada uma entrada forçada, onde as competidoras precisaram bater com uma marreta de 8 quilos em um peso de 95kg fazer o deslocamento do mesmo, em seguida elas se deslocaram a uma distância de 30 metros, puxando uma mangueira de 1,5 polegadas, abrir a mangueira e com o jato atingir com um alvo.

“É uma prova de muita resistência física com todas as dificuldades de adentrar em um prédio, subir cinco pavimentos, combater um incêndio, arrastar uma vítima e trazê-la para fora do ambiente de perigo com vida foi o nosso objetivo. A competição nos dá oportunidade ainda de testar nossa capacidade técnica e esforço físico”, destacou a soldado Daiane Lima de Porto Nacional, que participou da competição.

Mesmo cansadas, vestindo uma roupa de aproximação de incêndio com cilindro de oxigênio, capacete e luva, elas finalizaram a prova arrastando um boneco que pesa 70 quilos em um percurso de 30 metros. “A nossa maior dificuldade foi arrastar o boneco. Mas, as meninas estão de parabéns porque a prova é uma superação e um incentivo para o preparo às edições que virão”, comemorou a subtenente Gisele Amarante, uma das competidoras do Bombeiro de Aço 2016.

“Tivemos a participação de quase todos os bombeiros do Estado. Aqui, elas foram testadas ao limite com provas que exigiram utilização de equipamentos de proteção individual. A prova termina com quem completar a prova com menor número de tempo e erros”, explicou o coordenador da prova, major Cleber Sobrinho.

Prova Masculina

Durante a tarde, a prova reinicia às 16h30, a cerimônia de premiação feminina e masculina está prevista para as 18 horas, no 1° Batalhão de Bombeiros Militares. Todos os competidores receberão premiação, já os vencedores do 1° ao 3° lugares receberão um prêmio especial. Vence o bombeiro que concluir em menos tempo e com menor número de erros.

 

ASCOM


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

durax 240x72

assembrleia 240

ferpam 240x82

ENERGISA BANNER SETEMBRO

pub diario folha da cidade 270 340

PROMOVA SEU NEGÓCIO

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.