CEOP GIF BRUNO

Z NOVO3

Júnior Suzuki
RAMU.jpg

Com o intuito de certificar que os espaços públicos de lazer da Capital são ambientes familiares, a Ronda Ostensiva de Monitoramento Urbano (Romu) da Guarda Metropolitana de Palmas (GMP) realizou na noite desta quarta-feira, 22, patrulhamento em praças públicas.

Três viaturas com onze agentes participaram da operação e ao todo foram vistoriadas oito praças, iniciando na 303 Norte, seguindo para a 405 Norte. Posteriormente, a ronda seguiu para a Região Sul, passando pelas praças das quadras 110, 1004, 1106 e 1206 Sul e setores Jardim Aureny III e IV.

Segundo o coordenador geral da Romu, inspetor Filgueiras, apesar de o patrulhamento ser rotineiro, em áreas com maior número de ocorrências, a ação é intensificada. “Como temos o objetivo de coibir, inibir o uso de entorpecentes nas praças e fazer delas de fato um local de lazer, pudemos perceber que realmente estamos logrando êxito”, ressaltou.

“Os índices da atividade criminal nas áreas públicas do município reduziram significativamente depois da criação da Romu, algo em torno de 70 a 80%”, complementou o secretário de Segurança e Defesa Civil, Francisco Viana, revelando que o fato tem permitido um maior número de famílias nessas áreas.

O fato pode ter sido constatado durante a operação em que todas as praças vistoriadas estavam ocupadas por crianças brincando, pessoas praticando atividades físicas ou, simplesmente, passeando.

É o caso das amigas Milena Gama, contadora, e Rose Lopes, técnica em enfermagem que aproveitam a praça da 405 Norte para fazer caminhada. “Nossa praça é bem segura, mas devemos ressaltar também que o ambiente bem iluminado e sem mato alto é muito importante para assegurar a segurança, reforçou Milena.

Denúncia

Além do trabalho realizado pela Romu, o cidadão conta também com o CCO, que através do 153, pode acionar as equipes de patrulhamento ambiental, urbano, aeroportuário que estão de prontidão. Elas também atuam com denúncias da Operação Pancadão implantado no final de dezembro de 2014, ação que vem sendo desenvolvida nos finais de semana com intuito de coibir o uso abusivo de aparelhos de som.

Romu

A Romu foi criada no dia 25 de novembro, pela Secretaria Municipal de Segurança e Defesa Civil, composta por integrantes da Guarda Metropolitana de Palmas (GMP) que ao longo dos últimos anos receberam treinamento tático da polícia especializada americana, Swat, tendo como foco patrulhamento e proteção sistêmica dos espaços públicos municipais com atuação em locais em que há maior incidência de criminalidade, como assaltos, furtos, uso e tráfico de drogas, dentre outros.

Desde que foi criada, a Romu tem realizado um trabalho incisivo com objetivo de promover a segurança dos munícipes que frequentam os espaços públicos de uso coletivo.

 

Redação Secom 


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

Web Banner Super Liga da Energia 240x240px Energisa

Mídias Sites 240x240

ferpam 240x82

diario do tocantins OBRAS PELA CIDADE 240x570 1

durax 240x72

pub diario folha da cidade 270 340

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.