CEOP GIF BRUNO

Z NOVO3

captale.jpg

Uma economia aos cofres públicos de R$ 272.700,00. Esse está sendo o resultado da reforma de 970 carteiras escolares e 30 mesas da rede municipal de ensino, que já haviam sido descartadas para o almoxarifado central da Prefeitura, para leilão. O trabalho de recuperação dos materiais foi iniciado em outubro deste ano, após a publicação do processo licitatório e contrato da empresa PJ Móveis Planejados, que está realizando serviço.

A presidente da ACE, Idelma Pereira de Bastos Santos, explica que cada carteira reformada está custando ao Executivo R$ 17,30. Já o valor de uma nova é em média R$ 290,00. Dessa forma as mil peças estão sendo reformadas por R$ 17.300,00 e com isso a gestão está economizando R$ 272.700,00, tendo em vista que a compra de mil peças custaria R$ 290 mil. O recurso foi disponibilizado pela Secretaria Municipal da Educação (Semed), para a Associação Comunitária Escolar (ACE) da Escola Municipal Integral (ETI) da quadra 1.306 Sul, que está acompanhando os trabalhos.

Segundo Idelma, o reaproveitamento dos recursos públicos foi o fator motivador para o trabalho. “Quando vimos aquele amontoado de cadeiras no almoxarifado ficamos perplexos. Então resolvemos recolher as melhores carteiras e mesas para fazer trocas de peças e reformas e assim reaproveitar o patrimônio público e evitar a poluição do meio ambiente”, contou. Os materiais foram levados para a quadra da ETI da 1.306 Sul, onde aguardam reforma.

Atualmente, 450 carteiras já foram reformadas e estão sendo doadas para as unidades escolares, conforme a necessidade. O diretor de Apoio à Gestão da Semed, Daniel Lopes de Oliveira, explicou que algumas escolas já foram beneficiadas com as carteiras. “As unidades estão fazendo a solicitação, por meio de ofício, e estamos atendendo de acordo a demanda apresentada”, disse. Ele destacou que com a reforma é feito um trabalho em toda a estrutura da carteira. “Além de reduzir os gastos e ficar em perfeito estado, a carteira reformada tem a mesma média de durabilidade de uma nova”, frisou.

 

ASCOM


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

durax 240x72

assembrleia 240

ferpam 240x82

ENERGISA BANNER SETEMBRO

pub diario folha da cidade 270 340

PROMOVA SEU NEGÓCIO

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.