CEOP GIF BRUNO

Z NOVO3

FOTO:Marcio Di Pietro

PORNT.jpg

 

O Ministério Público Estadual (MPE) obteve, na Justiça, uma liminar que impede a prefeitura de Porto Nacional de comercializar 180 mil metros quadrados de áreas públicas, desafetadas em abril deste ano por meio de cinco projetos de lei propostos pelo Poder Executivo e aprovados pela Câmara Municipal. Caso a liminar seja descumprida, recairá uma multa diária de R$ 20 mil sobre o prefeito de Porto Nacional, até o limite de R$ 2 milhões.

 

Na liminar, expedida em 1º de outubro, o juiz José Maria Lima acatou os argumentos apresentados pelo MPE, de que a comercialização dessas áreas colocaria em risco a qualidade de vida da população e levaria o município a descumprir com a obrigação ambiental que lhe é inerente.

 

Entenda

 

As áreas em questão eram destinadas originalmente à preservação de áreas verdes e à construção de equipamentos públicos em loteamentos urbanos de Porto Nacional. As leis municipais 2229/2015, 2230/15, 2234/15, 2238/15, 2240/15 eliminaram essas finalidades públicas e autorizaram a prefeitura a comercializar as áreas, sob o argumento de que os recursos seriam investidos na infraestrutura da cidade.

 

Para evitar prejuízos ao cidadão, a Promotora de Justiça Márcia Mirele Stefanello Valente, que atua na área de meio ambiente, ajuizou, em 30 de setembro, uma Ação Civil Pública contra o município de Porto Nacional.

 

O argumento sustentado pelo MPE é de que a manutenção da finalidade pública dessas áreas é fundamental para a preservação da qualidade de vida das pessoas que habitam ou passarão a habitar os loteamentos, haja vista que, se ocorrer a comercialização proposta, não restarão áreas verdes nem espaços onde possam ser construídas creches, escolas e unidades básicas de saúde, entre outros equipamentos públicos.

   A Promotora de Justiça também argumenta que a desafetação das áreas públicas viola a Constituição Federal e a Lei Orgânica Municipal.

 

Flávio Herculano


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

durax 240x72

assembrleia 240

ferpam 240x82

ENERGISA BANNER SETEMBRO

pub diario folha da cidade 270 340

PROMOVA SEU NEGÓCIO

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.