CEOP GIF BRUNO

Z NOVO3

Pedro Barbosa / Governo do Tocantins

313655 1000 Copia Copia

Explanação do governador foi reforçada por uma apresentação técnica das potencialidades e dos incentivos fiscais do Estado

Em São Paulo, Marcelo Miranda busca agilizar negociações com os empresários japoneses Governador e Aiichiro Matsunaga, presidente da Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil, ladeados por secretários de Estado

Com a estratégia de atrair mais investidores para o Estado, o governador Marcelo Miranda apresentou dia 18, em São Paulo, o Tocantins Agro, projeto que visa a estruturação de uma Zona Especial de Negócios (ZEN), com uma proposta audaciosa: suprir o mercado internacional de alimentos. Organizado pela Câmara de Comércio e Indústria Japonesa no Brasil, o evento foi direcionado especialmente a empreendedores japoneses.

Voltada para a exportação de grãos, rações, carnes, peixes e produtos processados, a ZEN - a ser implantada no entorno da Plataforma Multimodal de Porto Nacional - deve dar suporte logístico para que se atinja a meta de dobrar a área produtiva do Tocantins nos próximos quatro anos.

Segundo o governador, a ideia é reforçar a logística de transporte, armazenamento e de tecnologias, favorecendo o processo de agroindustrialização. "Pretendemos fazer isso por meio de parcerias público-privadas. As perspectivas são bem positivas. Fomos muito bem acolhidos aqui na Câmara e eu acredito que o que apresentamos aqui despertará cada vez mais o interesse de investidores japoneses e de outros empresários do País”, avaliou.

Marcelo Miranda destacou que o Governo do Estado já tem recebido apoio de instituições financeiras internacionais. Disse, ainda, que as condições atuais do Tocantins, a exemplo dos fatores naturais e localização geográfica, já têm atraído grupos econômicos estrangeiros.

A explanação do governador foi reforçada por uma apresentação técnica das potencialidades e incentivos fiscais do Estado, feita pelo secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Turismo e Cultura, Alexandro de Castro. Ele ressaltou o interesse mútuo entre o Estado e o Japão. “Hoje, o Tocantins está inserido no corredor centro-norte do País. Podemos, com nossa posição geográfica estratégica, capitanear a produção de alimentos para o Brasil e para o mundo”, reforçou o secretário.

De acordo com o secretário de Estado do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária, Clemente Barros, o evento em São Paulo servirá para conhecimento dos grandes empresários brasileiros, e não só dos japoneses. “O Estado tem o interesse maior de contemplar toda a cadeia produtiva. Isso significa dar oportunidades não apenas para os grandes produtores, mas também aos médios e pequenos”, disse.

Receptividade

O evento teve boa receptividade entre os participantes. Segundo Ricor da Silveira, presidente da ZEN-NOH Grain Brasil, empresa com expertise em agronegócio, o Tocantins tem fatores essenciais para o desenvolvimento do setor: a demografia e a água em abundância. “Para o agronegócio, uma das coisas principais é dispor de água, e o Estado tem essa bênção. Acredito que, com o desenvolvimento da parte de infraestrutura e logística, o crescimento do agronegócio no Estado deve ser fantástico nos próximos anos. Fiquei satisfeito também em ver um grupo de governo proativo. Uma oportunidade ímpar para o Estado e também para o Brasil”, avaliou.

O gerente da Nippon Koei Lac, Roberto Kurokawa, elogiou a apresentação do Tocantins. “Foi uma apresentação muito feliz, tocou num ponto certo onde as empresas queriam ouvir. As empresas japonesas hoje já estão em Tocantins e operando”, pontuou. Para ele, a apresentação deverá agilizar as negociações com os empresários.

Participaram do encontro, Aiichiro Matsunaga, presidente da Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil; Shinji Tsuchiya, Koji Kondo e Atsushi Yasuda, vice-presidentes da Câmara de Comércio e Indústria Japonesa; Takahiro Nakamae, cônsul-geral do Japão em São Paulo e conselheiro de honra; Kazuaki Kobayashi, conselheiro da Embaixada do Japão no Brasil; e outros auxiliares do Governo do Estado.

Suzana Barros


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

durax 240x72

OUTUBRO 6

ferpam 240x82

ENERGISA BANNER SETEMBRO

pub diario folha da cidade 270 340

PROMOVA SEU NEGÓCIO

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.