CEOP GIF BRUNO

Z NOVO3

Pedro Barbosa / Governo do Tocantins

313655 1000 Copia Copia

Explanação do governador foi reforçada por uma apresentação técnica das potencialidades e dos incentivos fiscais do Estado

Em São Paulo, Marcelo Miranda busca agilizar negociações com os empresários japoneses Governador e Aiichiro Matsunaga, presidente da Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil, ladeados por secretários de Estado

Com a estratégia de atrair mais investidores para o Estado, o governador Marcelo Miranda apresentou dia 18, em São Paulo, o Tocantins Agro, projeto que visa a estruturação de uma Zona Especial de Negócios (ZEN), com uma proposta audaciosa: suprir o mercado internacional de alimentos. Organizado pela Câmara de Comércio e Indústria Japonesa no Brasil, o evento foi direcionado especialmente a empreendedores japoneses.

Voltada para a exportação de grãos, rações, carnes, peixes e produtos processados, a ZEN - a ser implantada no entorno da Plataforma Multimodal de Porto Nacional - deve dar suporte logístico para que se atinja a meta de dobrar a área produtiva do Tocantins nos próximos quatro anos.

Segundo o governador, a ideia é reforçar a logística de transporte, armazenamento e de tecnologias, favorecendo o processo de agroindustrialização. "Pretendemos fazer isso por meio de parcerias público-privadas. As perspectivas são bem positivas. Fomos muito bem acolhidos aqui na Câmara e eu acredito que o que apresentamos aqui despertará cada vez mais o interesse de investidores japoneses e de outros empresários do País”, avaliou.

Marcelo Miranda destacou que o Governo do Estado já tem recebido apoio de instituições financeiras internacionais. Disse, ainda, que as condições atuais do Tocantins, a exemplo dos fatores naturais e localização geográfica, já têm atraído grupos econômicos estrangeiros.

A explanação do governador foi reforçada por uma apresentação técnica das potencialidades e incentivos fiscais do Estado, feita pelo secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Turismo e Cultura, Alexandro de Castro. Ele ressaltou o interesse mútuo entre o Estado e o Japão. “Hoje, o Tocantins está inserido no corredor centro-norte do País. Podemos, com nossa posição geográfica estratégica, capitanear a produção de alimentos para o Brasil e para o mundo”, reforçou o secretário.

De acordo com o secretário de Estado do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária, Clemente Barros, o evento em São Paulo servirá para conhecimento dos grandes empresários brasileiros, e não só dos japoneses. “O Estado tem o interesse maior de contemplar toda a cadeia produtiva. Isso significa dar oportunidades não apenas para os grandes produtores, mas também aos médios e pequenos”, disse.

Receptividade

O evento teve boa receptividade entre os participantes. Segundo Ricor da Silveira, presidente da ZEN-NOH Grain Brasil, empresa com expertise em agronegócio, o Tocantins tem fatores essenciais para o desenvolvimento do setor: a demografia e a água em abundância. “Para o agronegócio, uma das coisas principais é dispor de água, e o Estado tem essa bênção. Acredito que, com o desenvolvimento da parte de infraestrutura e logística, o crescimento do agronegócio no Estado deve ser fantástico nos próximos anos. Fiquei satisfeito também em ver um grupo de governo proativo. Uma oportunidade ímpar para o Estado e também para o Brasil”, avaliou.

O gerente da Nippon Koei Lac, Roberto Kurokawa, elogiou a apresentação do Tocantins. “Foi uma apresentação muito feliz, tocou num ponto certo onde as empresas queriam ouvir. As empresas japonesas hoje já estão em Tocantins e operando”, pontuou. Para ele, a apresentação deverá agilizar as negociações com os empresários.

Participaram do encontro, Aiichiro Matsunaga, presidente da Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil; Shinji Tsuchiya, Koji Kondo e Atsushi Yasuda, vice-presidentes da Câmara de Comércio e Indústria Japonesa; Takahiro Nakamae, cônsul-geral do Japão em São Paulo e conselheiro de honra; Kazuaki Kobayashi, conselheiro da Embaixada do Japão no Brasil; e outros auxiliares do Governo do Estado.

Suzana Barros


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

durax 240x72

assembrleia 240

ferpam 240x82

ENERGISA BANNER SETEMBRO

pub diario folha da cidade 270 340

PROMOVA SEU NEGÓCIO

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.