CEOP GIF BRUNO

Z NOVO3

Por: Imprensa Vicentinho

FICHA LIMPA COM DEZENAS DE PROCESSOS PELO BRASIL

IMG 6879No material a imprensa, Carlesse, que responde a mais de 70 processos no Brasil, afirmava que enviava certidões negativas para comprovar sua condição de “ficha limpa”.

CERTIDÕES PARA IMPRENSA: TEM ATÉ DÍVIDAS

Candidato enviou à imprensa oito certidões que dizia ser negativas, mas em uma delas tem a ação da Capital Floresta contra ele e outras três pessoas, além de processo por improbidade já no cargo de governador

O governador interino e candidato na eleição suplementar de 24 de junho, Mauro Carlesse (PHS), remeteu, nesta sexta-feira, 8 de junho, material à imprensa que mostra uma ação contra ele de R$ 7,9 milhões.

No material a imprensa, Carlesse, que responde a mais de 70 processos no Brasil, afirmava que enviava certidões negativas para comprovar sua condição de “ficha limpa”. No entanto, na certidão sobre processos em tramitação no Tocantins, consta a ação n.º 0011896-39.2016.827.2722, movida pela empresa Capital Floresta contra ele e mais três pessoas de uma mesma família, além do processo 0005421-96.2018.827.2722, movido pelo MPE (Ministério Público Estadual), que cobra de Carlesse, já como governador, providência para área da Saúde.

Essa certidão está disponíveis nos veículos de comunicação que publicaram o material enviado por Carlesse. Confira: 1 - http://afnoticias.s3.amazonaws.com/uploads/2018/06/08141840/var_www_git_main_src_siscoce__downloads_reports_teste-TJ-TO-1.pdf
2 - https://clebertoledo.com.br/wp-content/uploads/2018/06/Certid%C3%A3o-de-Distribui%C3%A7%C3%A3o-A%C3%A7%C3%B5es-e-Execu%C3%A7%C3%B5es-C%C3%ADveis-e-Criminais-2.pdf
3 - http://s3-us-west-2.amazonaws.com/araguainanoticias/wp-content/uploads/2018/06/09083119/var_www_git_main_src_siscoce__downloads_reports_teste-TJ-TO-1.pdf

A Capital Floresta e as dívidas não pagas

A ação contra Carlesse está em pleno andamento na 1ª Vara Cível de Gurupi. No processo, o governador interino, Valdir Haas, Izara Bonaldo Hass e Mirley Vargas marinho Haas são acusados de vender à empresa, que planta eucalipto e trabalha em atividades de apoio à produção florestal, a Fazenda Tempo a Tempo, localizada em Aliança, Sul do Estado, sem quitar as dívidas com o Banco do Brasil e com a União, o que eles haviam se comprometido em contrato a fazer após receber parte do dinheiro.

O imóvel rural, de 2.796,82 hectares, foi vendido por R$ 7,3 milhões. A Capital Floresta pagou mais de R$ 5,14 milhões e mesmo assim os antigos proprietários, entre eles Carlesse, não quitaram os débitos com o banco e com a União. O valor das dívidas era grande, mas inferior à quantia recebida.

A empresa, então, precisou entrar com a ação para obrigar os vendedores a cumprirem o contrato e, assim, ter a propriedade definitiva da fazenda.

Atualmente, a área recebe uma grande plantação de eucalipto, feita pela Capital Floresta, que, no entanto, não pode registrar a fazenda como sua por causa das dívidas deixadas por Carlesse e os demais devedores.

A Capital Floresta conseguiu duas decisões mandando os réus quitarem as dívidas, mas isso não ocorreu. Carlesse teve várias notificações judiciais contra si no processo.


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

300x250 1

Banners Sites 240x240

ferpam 240x82

ENERGISA BANNER SETEMBRO

durax 240x72

pub diario folha da cidade 270 340

PROMOVA SEU NEGÓCIO

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.