CEOP GIF BRUNO

Z NOVO3

 1000

Registro de monumento na Praça dos Girassóis   

Técnicos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur) e representantes dos órgãos de turismo de Palmas, Paraíso do Tocantins, Lajeado, Porto Nacional, além do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) e do Ministério do Turismo se reuniram, no auditório do Instituto do Tribunal de Contas do Estado (TCE-TO), para validar o Diagnóstico Turístico e o Plano de Ação do Plano de Desenvolvimento Integrado do Turismo Sustentável (PDITS) de Palmas e região. O documento, elaborado pela Technum Consultoria, empresa de Brasília-DF, foi apresentado pela diretora da empresa, Izabel Borges.

“Realizamos pesquisas em campo, levantamos dados secundários e fizemos um trabalho com os gestores dos municípios. Todo esse trabalho foi participativo. No início do ano, foi feita uma revisão com a nova gestão, e agora estamos dando continuidade ao trabalho. Estamos na versão preliminar. Depois de aprovado, serão feitas as alterações sugeridas e encaminhado para o Ministério do Turismo, que irá analisar se o que ele solicitou nos produtos intermediários está sendo atendido. Feito isso, o produto final será apresentado”, explicou.

O Diagnóstico Turístico trouxe dados sobre a estrutura e o potencial turístico do polo Palmas, formado pelos municípios Palmas, Paraíso do Tocantins, Lajeado e Porto Nacional. De acordo com o levantamento feito, o polo tem como principal segmento turístico negócios e eventos. Para Izabel Borges, a motivação que faz o turista sair da sua localidade para uma atração é que determina qual é o principal atrativo de um polo. O ecoturismo, turismo, sol e praia, náutico e cultural são atrações complementares que podem ser integradas ao turismo de negócios e eventos, como um pacote, em que o turista que vem fazer negócios pode conhecer estes outros atrativos.

O Plano de Ação apresentou estratégias que podem ser tomadas para atrair turistas e possibilitar que visitem todos os atrativos disponíveis. “Este é um trabalho norteador para as ações dos municípios. Nos mostra qual o nosso perfil e os passos que a gente deve dar. É um instrumento de trabalho que pode ser consultado, para que as ações dos municípios aconteçam de forma mais sustentável e ordenada”, disse Ana Rúbia, diretora de Estruturação Turística de Palmas.

O superintendente de Desenvolvimento Turístico da Sedetur, James Possapp, destacou a importância dessa reunião, principalmente para desenvolver o turismo do Estado. “Para a secretaria, este é um dos projetos prioritários, pois este documento irá balizar o investimento público e direcionar as atividades para o desenvolvimento dessas regiões”, disse.

PDITS

O PDITS é o instrumento base para o desenvolvimento turístico do polo turístico de Palmas. O Ministério do Turismo, por meio do Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur), financia ações estabelecidas no PDITS, com aporte financeiro do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF).

Núcleo Turismo


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

Diario dotocantins 240x240

diario to

ferpam 240x82

durax 240x72

pub diario folha da cidade 270 340

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.