CEOP GIF BRUNO

Z NOVO3

 

1 PREFEITO NETO LINO E PAULO FACHIN FOTO ZACARIAS MARTINS ASCOM LAGOA DSA CONFUSâO

 

 

 

 

 

 

 

 

Na tarde desta quarta-feira (29), o prefeito de Lagoa da Confusão, Neto Lino (DEM), recepcionou no aeroporto local os dirigentes da Agrex do Brasil, empresa que tem foco em soluções integradas para produtores de grãos. A comitiva veio vistoriar as obras de construção da construção da Unidade Beneficiadora de Sementes (UBS), localizada às margens da TO-255.


O diretor presidente da empresa, Paulo Fachin, disse ao prefeito Neto Lino que as perspectivas de retorno dos investimentos na implantação da UBS em Lagoa da Confusão são bastantes positivas, e anunciou para meados de julho o início das operações naquela unidade.

Investimentos

Fachin informou que estão sendo investidos somente na implantação da UBS, cerca de R$ 12 milhões e outro valor adicional será investido para a produção. “Temos também a perspectiva de atingir os produtores da região com o nosso modelo de negócio, disponibilizando financiamento para a produção e aquisição de insumos, bem como, procedendo a compra de grãos”, destacou.

Ao ser questionado sobre os motivos que levaram a empresa a escolher Lagoa da Confusão para instalar esse empreendimento, Paulo Fachin explicou que foi levada em conta a localização estratégica do município, principalmente, devido ao seu enorme potencial de irrigação e estar localizada numa grande região produtora do norte do país.

“Acreditamos que a partir de Lagoa da Confusão, com sua localização estratégica, possamos suprir a necessidade de sementes dos nossos clientes”, concluiu Fachin.

O prefeito Neto Lino disse que o Governo Municipal de Lagoa da Confusão sempre está atento na busca de atrativos para que novas empresas se instalem no município, gerando riquezas e novas frentes de emprego e renda.

História

Foi no sul do Maranhão, na cidade de Balsas, em maio de 1995, que nasceu a Ceagro. Inicialmente, a Ceagro comercializava agroquímicos, e com o passar dos anos foi se integrando na cadeia de valor do agronegócio, comercializando os demais insumos agrícolas, (sementes e fertilizantes), para anos mais tarde atuar no armazenamento e na comercialização de milho e soja.

Além do forte crescimento nos estados do Piauí e Tocantins, a integração ao Grupo Los Grobo, em 2008, permitiu o acesso aos mercados de Goiás, Mato Grosso e Bahia. Esse perfil corporativo fez com que a Ceagro somasse, nos últimos anos, 51 unidades; entre lojas de insumos, unidades de recebimento e armazenamento de grãos, de beneficiamento de sementes de soja e de produção de farelo integral de soja, além de uma divisão dedicada à produção agrícola apoiada em um modelo profissional de gestão.
Em 2012, atraída pelo desempenho e potencial da Ceagro, a Mitsubishi Corporation torna-se acionista e investidora estratégica, complementando as operações integradas do campo à medida que facilita o acesso ao mercado internacional. Fruto dessa produtiva integração, a partir de então, a Ceagro passou a se chamar Agrex do Brasil. (Zacarias Martins – Ascom/Lagoa da Confusão)

 


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

durax 240x72

assembrleia 240

ferpam 240x82

ENERGISA BANNER SETEMBRO

pub diario folha da cidade 270 340

PROMOVA SEU NEGÓCIO

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.