CEOP GIF BRUNO

Z NOVO3

 

1 PREFEITO NETO LINO E PAULO FACHIN FOTO ZACARIAS MARTINS ASCOM LAGOA DSA CONFUSâO

 

 

 

 

 

 

 

 

Na tarde desta quarta-feira (29), o prefeito de Lagoa da Confusão, Neto Lino (DEM), recepcionou no aeroporto local os dirigentes da Agrex do Brasil, empresa que tem foco em soluções integradas para produtores de grãos. A comitiva veio vistoriar as obras de construção da construção da Unidade Beneficiadora de Sementes (UBS), localizada às margens da TO-255.


O diretor presidente da empresa, Paulo Fachin, disse ao prefeito Neto Lino que as perspectivas de retorno dos investimentos na implantação da UBS em Lagoa da Confusão são bastantes positivas, e anunciou para meados de julho o início das operações naquela unidade.

Investimentos

Fachin informou que estão sendo investidos somente na implantação da UBS, cerca de R$ 12 milhões e outro valor adicional será investido para a produção. “Temos também a perspectiva de atingir os produtores da região com o nosso modelo de negócio, disponibilizando financiamento para a produção e aquisição de insumos, bem como, procedendo a compra de grãos”, destacou.

Ao ser questionado sobre os motivos que levaram a empresa a escolher Lagoa da Confusão para instalar esse empreendimento, Paulo Fachin explicou que foi levada em conta a localização estratégica do município, principalmente, devido ao seu enorme potencial de irrigação e estar localizada numa grande região produtora do norte do país.

“Acreditamos que a partir de Lagoa da Confusão, com sua localização estratégica, possamos suprir a necessidade de sementes dos nossos clientes”, concluiu Fachin.

O prefeito Neto Lino disse que o Governo Municipal de Lagoa da Confusão sempre está atento na busca de atrativos para que novas empresas se instalem no município, gerando riquezas e novas frentes de emprego e renda.

História

Foi no sul do Maranhão, na cidade de Balsas, em maio de 1995, que nasceu a Ceagro. Inicialmente, a Ceagro comercializava agroquímicos, e com o passar dos anos foi se integrando na cadeia de valor do agronegócio, comercializando os demais insumos agrícolas, (sementes e fertilizantes), para anos mais tarde atuar no armazenamento e na comercialização de milho e soja.

Além do forte crescimento nos estados do Piauí e Tocantins, a integração ao Grupo Los Grobo, em 2008, permitiu o acesso aos mercados de Goiás, Mato Grosso e Bahia. Esse perfil corporativo fez com que a Ceagro somasse, nos últimos anos, 51 unidades; entre lojas de insumos, unidades de recebimento e armazenamento de grãos, de beneficiamento de sementes de soja e de produção de farelo integral de soja, além de uma divisão dedicada à produção agrícola apoiada em um modelo profissional de gestão.
Em 2012, atraída pelo desempenho e potencial da Ceagro, a Mitsubishi Corporation torna-se acionista e investidora estratégica, complementando as operações integradas do campo à medida que facilita o acesso ao mercado internacional. Fruto dessa produtiva integração, a partir de então, a Ceagro passou a se chamar Agrex do Brasil. (Zacarias Martins – Ascom/Lagoa da Confusão)

 


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

300x250 1

Banners Sites 240x240

ferpam 240x82

ENERGISA BANNER SETEMBRO

durax 240x72

pub diario folha da cidade 270 340

PROMOVA SEU NEGÓCIO

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.