CEOP GIF BRUNO

Z NOVO3

DSC 2154“A decisão assegura a Portaria editada pela Presidência da Fundação UnirG, a qual visa garantir o cumprimento dos princípios constitucionais, como o da legalidade e eficiência. Afirma ainda que a Portaria está entre os poderes discricionários da administração, cabendo à esta editar atos relacionados à organização do trabalho dos servidores públicos”, disse o procurador jurídico da Fundação UnirG, Valdivino Passos.
O Juiz de Direito em Substituição, Silas Bonifácio Pereira, decidiu não acatar o pedido liminar da Associação dos Professores Universitários de Gurupi (Apug), na ação judicial proposta contra a Fundação UnirG, em razão da implantação do ponto eletrônico. A decisão foi publicada na tarde do dia, 24.

“A decisão assegura a Portaria editada pela Presidência da Fundação UnirG, a qual visa garantir o cumprimento dos princípios constitucionais, como o da legalidade e eficiência. Afirma ainda que a Portaria está entre os poderes discricionários da administração, cabendo à esta editar atos relacionados à organização do trabalho dos servidores públicos”, disse o procurador jurídico da Fundação UnirG, Valdivino Passos.

Concluindo a decisão, conforme consta no documento a afirmação do magistrado diz que: “portanto, diante da ausência dos requisitos essenciais das medidas de urgência, é forçoso convir com o Presidente da Fundação UnirG e pautar pelo indeferimento, a priori, do pedido liminar”.

Ponto eletrônico

O presidente da Fundação UnirG, Sávio Barbalho, publicou em dezembro a portaria que regulamenta o horário de funcionamento e o sistema de registro eletrônico de ponto dos servidores técnico-administrativos e professores da Fundação e Centro Universitário UnirG.

O documento refere-se que os professores devem registrar apenas as horas comuns, início da primeira aula e término da última aula, por turno, devendo as horas diversificadas serem controladas pelas coordenações de cursos e ratificadas pela Pró-reitora de Graduação e Extensão (Pgrad).

Desde início de março, a Instituição está exigindo que todos os professores registrem eletronicamente a presença.


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

durax 240x72

assembrleia 240

ferpam 240x82

ENERGISA BANNER SETEMBRO

pub diario folha da cidade 270 340

PROMOVA SEU NEGÓCIO

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.