CEOP GIF BRUNO

Z NOVO3

vida com microcefalia

São 1.248 os casos registrados no país, até novembro deste ano. A média de 99,7 para cada 100 mil nascimentos é a estatística que revela um aumento de 20 vezes na sua incidência. Trinta e dois centímetros é a medida do diagnóstico, cujas causas indicam uma relação com o vírus zika. Mas, por trás de tantos números, o que é, na verdade, a vida com microcefalia?

Para Elaine Carvalho, uma oportunidade de ver o mundo de outra forma. Ela é mãe da Bianca, de 9 anos. Recebeu a notícia de que a bebê tinha microcefalia dois meses depois do parto e resolveu deixar de lado a advocacia para se dedicar à única filha. Descobriu que ter uma criança especial foi, na verdade, "uma bênção".

Para Adaiane Ramos, a microcefalia foi uma chance de ser uma pessoa melhor e mais feliz. Com seis filhos, sendo um par de gêmeos de 9 meses e dois outros com microcefalia – Mateus, de 11 anos e João Pedro, de 4 – ela está longe daquela figura estressada e cansada que se poderia esperar. Ao contrário, muito animada, vaidosa e confiante, garante que as limitações dos meninos trouxeram mais alegrias que preocupações.

Em comum, elas contam: não trocariam seus filhos especiais por crianças normais porque aprenderam que a felicidade está nas pequenas coisas da vida. Conheça mais sobre como é a vida de uma criança diagnosticada com microcefalia e os desafios e vitórias de suas famílias.

 21/12/15 11h51 
Por Adriana Franzin Fonte:Portal EBC

 


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

Diario dotocantins 240x240

diario to

ferpam 240x82

durax 240x72

pub diario folha da cidade 270 340

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.