CEOP GIF BRUNO

Z NOVO3

A tradicional vaquejada tocantinense poderá ser reconhecida como atividade esportiva. De iniciativa do deputado Júnior Evangelista (PRTB), a proposta foi encaminhada à Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) na sessão desta terça-feira, dia 14.

Para o deputado, a vaquejada é uma atividade recreativo-competitiva que já é considerada como um esporte entre seus admiradores. “Mais do que uma simples manifestação cultural nordestina, as vaquejadas constituem grandes eventos populares,” afirma. Ele acrescenta que em alguns Estados brasileiros a vaquejada já possui esse estatuto.

Um requerimento do deputado Rocha Miranda (PMDB) que denomina de “Professora Oneide da Cruz Mousinho” a Escola de Tempo Integral na Vila Cidinha, em Araguatins, foi ainda encaminhado à CCJ.

Resolução

Foi também encaminhado à CCJ um projeto de resolução de autoria do deputado Olyntho Neto (PSDB) que altera o artigo 78, inciso V do Regimento Interno da Casa. Ele propõe alterar o horário de realização das sessões solenes, que passarão a ocorrer nas terças e quintas-feiras em horários diferentes das sessões ordinárias. (Penaforte Diaz)


O Diário do Tocantins apoia a liberdade de opinião, mas é contra o uso de termos ofensivos. Os comentários listados abaixo estão sob responsabilidade de seus respectivos autores.

Negociação de Dividas Energisa 240x240 2

Web Banner 240x240px Cidade Encantada Energisa PP

ferpam 240x82

durax 240x72

pub diario folha da cidade 270 340

Todos os direitos reservados - Cidade Comunicação LTDA. Contato: falecom @ diariodotocantins.com.br.